MOC abre o calendário do Enduro, que amplia "fronteiras": Norte, Centro e Vale em 2019

TEMPORADA ABRE o roteiro para três regiões e retoma o formato tradicional do Enduro dos Montes - 30 anos

Campeonato deste ano abrange mais duas regiões do Estado (Foto: Trail Clube Norte de Minas)
O RESGATE gradativo da modalidade, com a sequência de três temporadas sempre com cinco provas e uma média de 60 pilotos na zona de pontuação, rendeu bons frutos para este ano e o enduro de regularidade da região vive um momento de valorização em nível estadual. A primeira boa impressão está na expansão além das divisas do Norte de Minas e a unificação de um calendário com outras partes do Estado.

O CAMPEONATO 2019 terá seis sedes no Norte, Vale do Jequitinhonha e Região Metropolitana. Muda de nome e vira Centro-Norte Mineiro, com calendário até novembro e uma prova extra – a volta do Enduro dos Montes. Entram no roteiro, por exemplo, Sete Lagoas, Turmalina e Diamantina.

O PRESIDENTE do Trail Clube do Norte de Minas (TCNM), Júnior “Danone”, conversou com a VENETA e reconhece que esta expansão é, ao mesmo tempo, um desafio em relação aos custos e à maior organização, mas, também, uma conquista após o esforço coletivo dos últimos três anos para resgatar a identidade da região com o Enduro.

ABERTURA

SEGUNDO ELE, os pilotos locais e regionais podem esperar um nível técnico ainda maior, já que outras regiões tradicionais no Estado em Regularidade estarão mais bem representadas a partir deste domingo, quando será aberto o calendário, em Montes Claros.

A LARGADA será no Posto Via Dupla, às 8 horas, e a chegada no Bar Sagarana, no Ibituruna. O sorteio da ordem de largada e a entrega da planilha e numeração serão também no Sagarana, sábado, às 19 horas.

COMO SERÁ

O FORMATO está mantido com duas etapas por prova. Esta primeira terá 110 KMs, com o neutral após 60 quilômetros. A previsão é de 5h10 para fechar o roteiro, com tendência para trilhas inéditas, já que neste fim de semana também acontece o Rei dos Montes, prova de Mountain Bike também válida pelo ranking mineiro e que terá um percurso pelas trilhas que até então eram mais usadas pelas motos.

A SEQUÊNCIA da temporada terá Sete Lagoas (24 de março), Turmalina (26 de maio), São João das Missões (23 de junho), Diamantina (15 de setembro) e Januária ou Porteirinha (20 de outubro). Em novembro, haverá o Enduro dos Montes, como prova extra, uma maneira encontrada pelo TCNM de comemorar os 35 anos de criação da prova. A primeira prova de enduro na região foi em 1983, justamente no mesmo ano em que surgia o Enduro da Independência.

PARA O ano que vem, adiantou Danone ao blog, o Enduro dos Montes voltará a ser etapa do Campeonato Mineiro de Enduro de Regularidade.

Um comentário

Osmar Catão disse...

Bacana demais