Juninho Galego representa o Norte de Minas no Enduro da Independência

PILOTO CONTA até com rifa de sofá para dar conta das despesas e faz planos para igualar pódio do ano passado ou até mesmo superá-lo

Juninho Galego foi TOP-3 na Over-40 em 2017 (foto: Instagram pessoal)
QUATRO DIAS de prova, com mais de 600 quilômetros e bem longe de casa. Esta é parte do grau do desafio para o piloto montes-clarense Juninho Galego, que representará o Norte de Minas no Enduro da Independência (EI), a mais tradicional prova de regularidade do Brasil. A largada será no próximo dia cinco, em Lavras, com chegada no sábado, em Itajubá, cidades no Sul de Minas.

ATUAL LÍDER da categoria sênior do Campeonato Norte-Mineiro após a disputa de três etapas, Galego vai ao Independência com uma missão extra: defender o melhor resultado de um piloto da região neste enduro. No ano passado, ele foi o terceiro colocado na categoria Over-40, após a disputa de oito etapas.

A PREPARAÇÃO até aqui vai além do lado físico e mental, até porque o EI tem um dos níveis técnicos mais altos para amadores. Juninho foi ao lado de outros norte-mineiros para o Ibitipoca Off-Road, última etapa do Campeonato Mineiro de Enduro, realizada na primeira semana de agosto, em Juiz de Fora, na Zona da Mata. A prova, em que ficou na oitava colocação da categoria, oferece obstáculos e um grau de resistência parecidos ao que encontrará no Independência: pedras, trilha molhada e muita montanha.


Juninho Galego viaja na segunda-feira para disputar a prova em Lavras

AJUDA

NA CONVERSA
com a VENETA, o piloto faz questão de ressaltar que precisou do apoio dos amigos e patrocinadores para dar conta dos custos da viagem a Lavras: inscrição, hospedagem, combustível e demais despesas do suporte para voltar à disputa do Enduro da Independência. “Está difícil para todo mundo e sem esta ajuda, sinceramente, eu não teria como ir”. O irmão "Borracha" Catão será o seu único apoio.


EMBORA NÃO fale valores, Juninho adianta que o custo é alto e sem qualquer tipo de colaboração é impossível como piloto amador “você dar conta de todas as despesas”. Uma das contribuições veio do amigo Paulinho Móveis, que lhe doou um jogo de sofá e, imediatamente veio dele a ideia de rifá-lo para “fazer renda”.

GALEGO REVELA que ficou emocionado com a solidariedade dos amigos pilotos de pelo menos vinte cidades do Norte de Minas e até de fora da região, que literalmente compraram a ideia e esgotaram os bilhetes da rifa. “Ajudaram bastante com as despesas da viagem”. O sorteio do sofá será neste sábado.

ALÉM DA Paulinho Móveis, o suporte de patrocínio conta com a Minas Peças Januária, Concremix, Almoce Já, RG Laser, Trail Clube do Norte de Minas (TCNM), CT Brothers, Equipe Filhos da Trilha, Bira e Rocha Móveis, Magazine Faria, Paulo Benzina e Canal Motos, Carlito, Top Racing, Maílson, Retífica Vitória, Harume Comida Japonesa, Jonas e Suprema Vidros e Prime Burger.

Um comentário

Osmar Catão disse...

Parabéns pela matéria amigo,mu muito obrigado.