Circuito Norte-Mineiro de Motocross terá mais 3 provas na temporada

CALENDÁRIO PREVÊ uma etapa em agosto e mais duas em setembro; Mocambinho repete sede

Perspectiva para o início do ano era de sete a oito provas, mas restrição financeira fez prefeituras cancelarem etapas (Radical X)
A PROJEÇÃO de provas para o segundo semestre do Circuito Norte-Mineiro de Motocross vai até setembro, com mais três etapas. A próxima será na segunda metade de agosto (26/8) e até a semana que vem a coordenação do campeonato anunciará a sede, já que é preciso finalizar os trâmites contratuais, segundo adiantou à VENETA o presidente da Associação Norte-Mineira de Motociclismo (ANM), Tico Cordeiro.

ATÉ AQUI, foram duas etapas em Itacarambi e Mocambinho/Jaíba, ainda na primeira parte do ano, com uma representação bem significativa: pilotos de 36 cidades diferentes, sendo 23 do Norte de Minas e mais sete de outras regiões do Estado, além de competidores de três estados vizinhos: Goiás, Bahia e Rio de Janeiro.

O CIRCUITO Norte-Mineiro conta com 11 categorias, sendo dez regulares. A Feminina só teve “quórum” em Mocabinho, com seis mulheres e a vitória da piloto da casa Lívia Aguiar.

SOBRE A sequência do Regional, além da etapa de agosto, no mês seguinte acontecerá mais uma prova no distrito de Mocambinho, município de Jaíba (9 de setembro), e a prova tradicional em Lagoa dos Patos (23 de setembro), que integra o Circuito desde a criação de competições oficiais no Norte de Minas. A quinta e última prova da temporada está programada para outubro e a cidade-sede também será anunciada em breve, da mesma forma por causa dos termos de contrato.

Temporada registra pilotos de 36 cidades diferentes, sendo 23 do Norte de MG e mais 7 de outras regiões e de três estados vizinhos
“A GENTE esperava fechar o ano com um calendário de seis a sete provas, mas duas sedes com provas em junho e julho foram canceladas, o que considero até certo ponto normal porque o esporte também convive com esta restrição de gastos das prefeituras, como acontece em outras áreas”, explica Tico Cordeiro, ao adiantar que haveria também uma etapa em outubro, mas foi descartada pelo mesmo motivo.

LIDERES

A CLASSIFICAÇÃO parcial do Circuito Norte-Mineiro de Motocross, com o limite de 50 pontos conquistados, tem como destaque a cidade de Janaúba, que lidera em duas categorias: NACIONAL/FORÇA LIVRE – Marco Antônio (Honda/RR Serraria/MB3 Preparações), com 45 pontos, e na MX-35/FORÇA LIVRE – Danilo Farley (Honda/James Motos), com 100% de aproveitamento: 50 pontos.

CURIOSAMENTE, OS pilotos da maior cidade da região não lideram nenhuma categoria. O melhor montes-clarense na disputa é André Silva (Lealro Racing/Rododiesel), vice-líder na categoria MX-1 Regional e Convidados. O líder é César Boaventura (Honda/Super Park), de uma cidade fora do Norte de Minas. Ele é de Carmo do Paranaíba e venceu as duas primeiras etapas.

OUTRO “FORASTEIRO” que vai bem é Wellington Garcia (Honda/Açaí Vitanat/ASW). Goiano da capital, ele tem no currículo títulos nacionais e fez jus ao favoritismo na categoria MX-1 Especial, com duas vitórias.

AS DEMAIS categorias e os respectivos líderes são estes: INTERMEDIÁRIA/FORÇA LIVRE – Marcus “Bi” Gabriel (Honda/Pio Motos), de Januária; MX-JÚNIOR/INICIANTE – Fabrício Antunes, de Monte Azul; NACIONAL B – Ernandes Borges (Honda/Renatinho Mecânico), de São Francisco; MX-45 E CONVIDADOS – Adriano Júnior (Honda/Comercial Stalone), de São João do Paraíso; e INICIANTE – Kleidimar “Key” (Yamaha/RR Serraria), de Fruta de Leite.

Nenhum comentário