Luiz Otávio e Júnior Galego repetem dose da estreia e vencem também Enduro em Porteirinha

GRAU DE dificuldade em mais duas etapas do Campeonato Norte-Mineiro ficou marcado pelo excesso de pedras nas trilhas da região da Serra Geral
Prova teve 44 pilotos inscritos, com trechos com excesso de pedras por causa da região serrana (Divulgação TCNM)
EM RELAÇÃO ao número de participantes, a média se manteve em relação à primeira prova e 44 pilotos disputaram, no último dia 6, o Enduro de Porteirinha, válido pela 3ª e 4ª etapas do Campeonato Norte-Mineiro de Regularidade.

O CENÁRIO dominado por trilhas de muitas pedras, por causa da região serrana de Porteirinha, elevou o grau de dificuldade, mesmo com “apenas” 56 quilômetros de percurso. Foi preciso conciliar preparo físico com perícia e, por isso, o percurso não teve tanto “balaio” que, na gíria das trilhas, são “pegadinhas” na planilha, com trechos que os pilotos têm que repetir duas ou mais vezes.



O RESULTADO final foi divulgado somente durante a semana. Houve uma pane no sistema eletrônico de apuração e, por isso, não houve pódio ao final da prova, algo compreendido pelos participantes.

HOMENAGENS

GUTO RAMOS, piloto de Montes Claros, e a Associação dos Motociclistas de Porteirinha (AMP) foram homenageados pela direção do Trail Clube do Norte de Minas (TCNM), em reconhecimento aos serviços prestados ao enduro regional. A prova teve competidores de Turmalina, Montalvânia, Januária, Janaúba, Porteirinha, Botumirim e Montes Claros.


Trail Clube fez uma homenagem à Associação dos Motociclistas de Porteirinha e ao piloto Guto Ramos
LUIZ OTÁVIO, na Estreante, e Juninho Galego, na Sênior, que venceram na soma das duas etapas da primeira prova, em março, em Montes Claros (46 pilotos), foram os únicos que conseguiram repetir o resultado após as duas etapas em Porteirinha. A terceira prova do ano (5ª e 6ª etapas) serão mais uma vez em Montes Claros, no dia 22 de julho.

NOS PRÓXIMOS dias, o TCNM divulgará a classificação atualizada com a somatória de pontos das quatro etapas realizadas até aqui.


CLASSIFICAÇÃO
ESTREANTE

1) Luís Otávio (Montes Claros), 1236 pontos perdidos
2) Lucas “Chevromoc” Stadler (MOC), - 2730 pontos
3) Danilo "Bicho" (MOC), - 10,8 mil pontos
4) Eduardo "Kekeke", - 20,9 mil pontos
5) Fernando Sushizinho, - 23,1 mil pontos

SÊNIOR

1) Juninho Galego (Montes Claros), - 947 pontos
2) Mateus "Turmalina" (Turmalina), - 1.639 pontos
3) Bruno Barreto (MOC), 3.621 pontos

JÚNIOR

1) Hugo de Castro (Porteirinha), - 481 pontos
2) Bruno da Cachaça (MOC), 3.039 pontos
3) Galego da "Funerária" (MOC), 9.261 pontos

NOVATO

1) Tiago "Bira" (São João das Missões), - 492 pontos
2) Flávio Eduardo (Montalvânia), - 1.146 pontos
3) Wanderson "Leitinho" (Januária), - 1.352 pontos

Um comentário

Osmar Catão disse...

Bacana demais, materia muito bem feito, e o campeonato ta bombando