MOC 0x3 Minas: técnico e jogadores fazem mea-culpa sobre eliminação

PELA TERCEIRA vez seguida time fica pelo caminho numa semifinal do Mineiro contra o MTC; quinto jogo da temporada em casa teve cobrança intensa da torcida

Com o bom saque do Minas, o Montes Claros teve muita dificuldade com o passe (fotos: Alex Sezko)
PELO TERCEIRO ano seguido, o Montes Claros Vôlei foi superado pelo Minas Tênis Clube e ficou de fora da decisão do título do Campeonato Mineiro. E justamente no jogo com o maior público na temporada de clubes no País: 4.128 pessoas pagaram ingresso para ver um MTC impiedoso em pleno Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, na tarde/noite de sábado.


Vivalde foi o maior pontuador do MOC (Mário Aquino/Minas Fox)
O TIME de BH venceu por três a zero, parciais de 25-20, 25-21 e 25-21. O oposto Felipe Roque, de 2,12 metros, foi eleito o melhor em quadra. Ele anotou 18 pontos, enquanto o ponteiro Vivalde foi o maior pontuador do MC Vôlei, com 16 acertos. Lorena anotou treze pontos.

OFICIALMENTE, O Montes Claros voltará a jogar no dia 14 de outubro, contra o Canoas, no Rio Grande do Sul, na rodada de abertura da Superliga Nacional 2017/2018.

"CONCORDO"

JOGADORES E comissão técnica do Montes Claros foram unânimes em reconhecer que o adversário foi bem melhor em quadra. Além da eficiência no saque, especialmente com o cubano Bisset, apontaram o alto rendimento do Minas nas jogadas de rede. A leitura passa também pela autocrítica, ao assumirem a instabilidade na recepção e na defesa, o que dificultou a armação de jogadas de ataque e contra-ataque com os ponteiros. Lorena passou a ser a bola de segurança, mas teve trabalho com a marcação e com o tempo na bola no passe.

Alan chegou a pedir calma diante da pressão da torcida
logo no início do primeiro set (foto: Mário Aquino)
NA PRIMEIRA fase, Minas e Montes Claros fizeram dois jogos bem equilibrados, com uma vitória para cada lado. Agora, na semifinal, as coisas foram bem diferentes, com o quê o líbero Alan concordou. “O Minas sacou muito bem e, em conseqüência disso, prenderam os nossos ponteiros. Não tive como cobrir em todos os momentos. Faltou um pouco de tranqüilidade para este jogo”, disse o jogador em conversa com a VENETA.

ALAN EXPLICOU, ainda, um lance do primeiro set, quando a torcida intensificou a cobrança em cima da equipe. “Cobrar é absolutamente natural, ainda mais no esporte de alto rendimento. É um direito da torcida, mas logo no oitavo ponto do jogo, no primeiro set? E a cobrança foi em cima do Vivalde, que é um dos mais jovens do grupo. O que fiz foi pedir calma e paciência”, explicou.

“O CAMPEONATO
Mineiro foi muito importante para ver deficiências e virtudes. Nesse jogo aqui contra o Minas, um ponto que precisará ser melhorado sobremaneira é na recepção; sofremos bastante porque o Minas sacou bastante, mesmo entendendo que é mérito deles”, resumiu o técnico do Montes Claros, Chico dos Santos. O time fez sete jogos, com três vitórias e quatro derrotas, sendo duas para o Minas Tênis.

Chico dos Santos reconheceu a melhor atuação do Minas Tênis e as falhas do MOC (Foto: Mário Aquino)

PONTEIRO DO Minas, Bob Dvoranen disse que o time veio ao Norte de Minas para "sufocar" o adversário, até porque os atletas estavam "engasgados" com a derrota na reta final da primeira fase, que impediu chegar à vice-liderança da primeira fase. "Estudamos bastante o Montes Claros e conseguimos imprimir o nosso ritmo de jogo, principalmente por causa do nosso saque que quebrou a linha de passe do Montes Claros. Isso fez o nosso sistema defensivo funcionar bem. Acho que essa foi a diferença".

MONTES CLAROS – Sandro, Zanotti, Luan, Mesa, Guinther, Lorena e Alan (líbero). Entraram Vivalde, Mudo, Cristiano e Alemão.

MINAS – Marlon, Felipe Roque, Pétrus, Flávio, Bob Dvoranen, Bisset e Rogerinho (líbero). Entraram: Maique, Carísio, Davy e Vanole.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: