MOC vence regional do JIMI com 94% de aproveitamento

SEDE, CIDADE vence seis dos sete torneios que disputou e garante todas as equipes na etapa estadual de Lavras
Vôlei feminino foi campeão da regional do JIMI com apenas dois sets perdidos - fotos: divulgação equipes
COM 32 vitórias em 35 jogos, o que representa 94,2% de aproveitamento, Montes Claros fez jus à condição de sede e conquistou o título geral da Fase Regional dos Jogos do Interior de Minas (JIMI). Somou 82 pontos em 84 possíveis, quase 40 a mais que o segundo colocado – Teófilo Otoni. 

SOMENTE COM modalidades coletivas, a etapa reuniu 27 cidades do Jequitinhonha, Norte, Mucuri e Central, entre 6 e 10 de setembro, no Poliesportivo, Praça de Esportes, Ginásio Ana Lopes e no Ginásio da UFMG. Com o desempenho, os montes-clarenses estão automaticamente garantidos na fase final do JIMI, programada para outubro, em Lavras, e que reunirá também 12 modalidades individuais e paralímpicas.

VOLEIBOL
Time masculino deu o troco em Taiobeiras
O TIME masculino conquistou o torneio com apenas três sets perdidos em cinco jogos. Na 1ª fase, venceu Teófilo Otoni (3x2), Almenara e Bocaiuva, ambas por 3x0. Na semifinal, passou por Diamantina (3x0) e na decisão, uma espécie de revanche contra Taiobeiras, fez 3 a 1 (25/20, 21/25, 25/18 e 25/14). As duas cidades decidiram a microrregional, em abril, e Taiobeiras levou a melhor.

AS MENINAS fizeram um jogo a menos, já que o confronto contra Gouveia foi cancelado (WxO). A campanha teve vitórias sobre Diamantina (3x0) e Teófilo Otoni (3x0) na 1ª fase, Curvelo (3x1, na semifinal) e 3x1, de virada, na decisão contra Taiobeiras (21/25, 25/20, 25/20 e 25/19).

BASQUETE

REFORÇADO COM quatro atletas experientes que já atuaram pela NBB, o time masculino sobrou no JIMI: cinco vitórias, com média de 82 pontos por jogo. Passou por Almenara (68x48), Joaíma (81x49) e Várzea da Palma (97x46) na fase de grupos; Porteirinha na semifinal (88x29) e de novo Almenara, na decisão (78x41). O pivô Fernando, uma das novidades no time do técnico Caroni, foi o segundo cestinha geral com 75 pontos.
Com as cores do Ateneu e mesclando gerações, o basquete masculino sobrou: média de 82 pontos/jogo
FUTSAL


Título veio na prorrogação
AS MENINAS do futsal protagonizaram uma das finais mais equilibradas. Para vencer Padre Paraíso e conquistar o título, precisaram ir para a prorrogação. Venciam por 3 a 0 nos 10 primeiros minutos, permitiram a reação das adversárias e, no tempo extra, marcaram seguidamente os dois gols do título. A campanha teve as vitórias sobre Várzea da Palma (5x1) e Diamantina (8x0), além do empate com Curvelo (2x2), todos na primeira fase; e a vitória sobre Salinas, por 2x1, nas semifinais.

Boletins oficiais (aqui)

O TIME masculino teve um começo arrasador no JIMI. Fez 20 gols em apenas dois jogos contra Curvelo (10x1) e Januária (10x2), mas fechou a 1ª fase com derrota para Teófilo Otoni (4x5). Na semifinal, um confronto complicado contra Pedra Azul, que só foi decidido pelo regulamento: uma briga generalizada terminou com a expulsão de um atleta de Montes Claros e do técnico visitante. Sem substituto inscrito no JIMI para assumir a função no banco, a equipe de Pedra Azul foi eliminada.

NA DECISÃO, superior do início ao fim, Itaobim goleou os montes-clarenses por 5 a 1.
Gol no último segundo deu a vaga na final
HANDEBOL

DEZ VEZES campeão do JIMI, o time feminino sobrou na fase regional, com 147 gols em cinco jogos, média próxima a 30 por confronto. A vitória mais tranqüila foi logo na estréia: 43x6 sobre Curvelo. Ainda na 1ª fase, venceu Jequitinhonha (26x7) e Almenara (27x12). Na semifinal, folga na vitória sobre Pirapora: 25x8. A decisão contra Teófilo Otoni foi o placar “mais apertado”: 26x18. Com 23 gols, Roberta Oliveira foi a artilheira geral.
O TORNEIO masculino foi mais pesado, com jogos bem equilibrados e um clássico na semifinal que foi decidido de maneira inusitada, com um gol no último minuto de Matheus Nagem, que estava em viagem no Sul de Minas e chegou para o jogo já no segundo tempo.  MOC fez 30 a 29 em Bocaiuva. Na 1ª fase, o time derrotou Curvelo (30x25), Mata Verde (28x18) e Jequitinhonha (26x24). E na final, venceu Almenara por 30 a 26.


No primeiro plano da foto, Roberta Oliveira foi a artilheira geral


Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: