Caratê recorre a feijoada para ir à etapa do Brasileiro

CAMPANHA PRECISA levantar em torno de R$ 4 mil para que oito atletas da cidade briguem pelas vagas do País ao Sul-americano; viagem será de mil quilômetros

Marquinhos (ao centro) espera contar com a solidariedade dos montes-clarenses para ir à Bahia (Fotos: Divulgação)
CRIATIVIDADE E solidariedade. Combinar as duas palavras foi a alternativa encontrada por sete caratecas de Montes Claros para compensar a falta de patrocinadores e disputar o Campeonato Brasileiro de Karate. A competição acontece entre os dias 11 e 15 de outubro, no Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, na Grande Salvador/BA.

OS OITO caratecas idealizaram uma feijoada beneficente para arrecadar fundos e ajudar a equipe a chegar à capital baiana. Será no dia 3 de outubro, a partir das 11 horas, na Praça de Esportes, no valor de R$ 12,00 – cada porção.

VINTE VEZES campeão brasileiro, Antônio Marcos dos Santos, o Marquinhos, é o capitão da equipe. Em conversa com a VENETA, ele revelou que as despesas com hospedagem, alimentação, transporte e inscrições giram em torno de R$ 4 mil. “A ideia não é nova, mas já funcionou com outras equipes da cidade que tinham disputas importantes e precisaram de ajuda diante da falta de suporte”, explica.

PELA BR

Geraldo Luciano, Marquinhos e Alex Freitas
O GRUPO já definiu que vai seguir de carro e encarar os 1.045 quilômetros de Montes Claros à capital baiana. O gasto com gasolina, segundo Marquinhos, será em torno de R$ 2 mil – 50% da receita necessária para a viagem.

O VALOR seria ainda maior, caso a viagem fosse de avião, mesmo com o desconto de 25% na passagem que a companhia cedeu exclusivamente para os competidores.

ALÉM DE Marquinhos, os caratecas com vaga para o Brasileiro de Salvador são Larissa Carolayne e Bruna Lívia (filhas), Alexsander de Freitas, Geraldo Luciano, Magvon Júnior, Reginaldo Soares e João Henrique.

ESTA É a etapa final e faz parte do projeto Tokyo 2020, da Confederação Brasileira de Karate (CBK), que trabalha na formação da equipe Olímpica para a próxima edição dos Jogos, no Japão.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: