No aniversário de 25 anos, Bicho passa a ter mulher na presidência

ELEN MOCELLIN, que ganhou do pai Ville o clube como presente de aniversário aos nove anos de idade, assume o comando tricolor
Ville fundou o Bicho em 28 de agosto de 1992, data do aniversário da filha Elen, a nova presidente
O BICHO faz aniversário nesta segunda-feira. Fundado em 28 de agosto de 1992, o Montes Claros FC foi uma das sensações do futebol do interior mineiro em meados da década de 90 e chega aos 25 anos licenciado das competições oficiais. No entanto, tem novidades nos bastidores e passa a ter, pela primeira vez, uma mulher no comando. Elen Fraporte Mocellin assume a presidência.

ELA É a primogênita do criador do Tricolor, o gaúcho Ville Mocellin, que se inspirou o Grêmio, clube do coração, para fazer o “clone” no Norte de Minas. Até então, Ville respondia pela presidência e nunca escondeu que tem o clube como “um filho”, tanto que abriu mão de parcerias para a volta do MCFC neste ano, diante de uma proposta de arrendamento que recebeu no início do ano.

ELEN É empresária no ramo de restaurantes e tem ligação com o MCFC desde pequena. Propositalmente, Ville Mocellin fundou o clube justamente no aniversário de nove anos da filha mais velha. A jovem, que já foi desde mascote (crianças que entram com o time em campo) a presidente do Conselho Deliberativo conversou rapidamente com a VENETA no sábado e ressaltou que há grande interesse em retomar com as atividades do clube, desde que seja com os pés no chão.

“A NOSSA família tem muito carinho pelo Montes Claros e não podemos pensar em algo criando falsas expectativas”, disse.

DOCUMENTÁRIO
O Montes Claros de 1997: em casa derrubou favoritos
FUNDADO A partir de uma pelada entre garçons no campinho ao fundo da antiga churrascaria dos Mocellin, o Montes Claros teve uma ascensão meteórica.  Nos anos iniciais, se destacou primeiro nas quadras e venceu a principal competição de futsal da cidade. Depois investiu na base, com a disputa de copas regionais e do Mineiro Júnior até encarar o profissionalismo em 1994.

DISPUTOU A 2ª Divisão e foi eliminado na primeira fase. Em 1995, mais arrumado, conseguiu o acesso ao Módulo II como vice-campeão. A boa fase continuaria no ano seguinte e, em 1996, o segundo lugar do Módulo II garantiu ao futebol de Montes Claros o primeiro e único acesso á Elite Estadual dentro de campo.

EM 1997, o MCFC foi recordista de público e renda no interior e protagonizou feitos memoráveis, ao vencer Atlético, Cruzeiro e Villa Nova como mandante. Terminou o Mineiro da 1ª Divisão em 7º lugar e garantiu uma vaga no Brasileiro da Série C. Acabou eliminado nas oitavas de final da disputa nacional.
Nascimento do MCFC foi tema de um documentário de conclusão do curso de jornalismo
OS ANOS iniciais do Bicho fazem parte do documentário "MCFC: A História de um time", produzido a partir da monografia de conclusão de curso do jornalista Daniel Soares. A partir de entrevistas, o trabalho foca na origem do time e dos principais feitos nestes primeiros anos. Ville Mocellin e o atacante Dandão, que deixou o clube em 98 para atuar na Grécia, são alguns dos personagens do material. O autor do blog também participa do documentário.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: