Esporte perde Luiz Carlos Dias

ATUANTE NA organização de competições e na área do Direito Esportivo, professor não resistiu a problemas cardíacos


O ESPORTE de Montes Claros se despediu do professor Luiz Carlos Dias. Ele faleceu ontem, aos 66 anos, após complicações de um quadro cardíaco. Atuante em várias escolas da rede estadual de ensino como educador físico, Luiz também era advogado graduado pela Unimontes.

COM A aposentadoria nas escolas, Luiz se tornou uma das referências na cidade em gestão e Direito Esportivo, especialmente na organização de competições, editais e estatuto de clubes e de entidades. Fez parte da coordenação das Olimpíadas de Bairro (Olibamoc), Jogos Escolares e Olimpíada Operária e da Olimpíada Universitária.

ALÉM DE atuar como árbitro, fez parte, ainda, da composição de tribunais de justiça desportiva da Liga e de disputas independentes. Torcedor assumido do Cassimiro de Abreu, Luiz foi um dos responsáveis como colaborador na organização jurídica do clube, num trabalho com a atual gestão.

O PROFESSOR foi também um dos idealizadores da Copa José Maria Melo de Futebol de Base, que neste ano completou três anos. Aliás, este foi o seu último trabalho. Há alguns meses, o professor Luiz Carlos Dias convivia com um tratamento complexo de saúde e chegou a ser internado no CTI.

RECEBEU ALTA e fez questão de voltar à beira do campo, acompanhando justamente a reta final da Copa José Maria Melo, mas nos últimos dias, o quadro agravou e ele precisou ser hospitalizado novamente, mas não resistiu às complicações.

O PROFESSOR Luiz Carlos deixa a esposa Ivana e um casal de filhos.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: