Entre especulações e sondagens, 5 nomes já foram associados ao MC Vôlei

"LISTA" VAI do veterano Gilberto Herrera, ex-técnico de Cuba, e até os nomes mais badalados como Marcos Pacheco e Cézar Douglas


Em ordem alfabética: Anderson Rodrigues, Cézar Douglas, Gilberto Herrera, Henrique Furtado e Marcos Pacheco (Divulgação)
A CHAMADA espinha dorsal já está definida. O pacote de contratações anunciado há 13 dias deixou bem evidente a nova cara do Montes Claros Vôlei, que resgata o ídolo Lorena e traz o experiente levantador Sandro para como “regentes” da equipe na temporada 2017/2018, além de novidades “gringas”: o cubano Mesa e argentino Zanotti. Mas e o comando técnico? Seja opção pelo mistério ou mesmo coincidência por ainda não ter encontrado o nome ideal, o clube vai protelando para anunciar quem ficará à beira da quadra. O certo é que, quem vier para assumir o time, não teria influência nas principais contratações que já foram feitas para a temporada.

ENTRE NOTÍCIAS, especulações de mercado e até mesmo pistas deixadas pela gestão, a lista do MC Vôlei já teve pelo menos cinco nomes. No último dia cinco, quando recebeu a imprensa para a apresentação dos novos contratados e no plano de arrecadação de receita do MC Vôlei, o gestor Andrey Souza revelou à VENETA que realmente procurou o novato Anderson Rodrigues.

O EX-OPOSTO da Seleção Brasileira e que foi auxiliar técnico de Bernardinho na conquista do Ouro Olímpico, foi treinador do feminino do Brasília na última Superliga e encabeçava a lista, como blog divulgou em 1º de junho. Segundo Andrey, foram apenas conversas preliminares, mas uma pessoa ligada ao treinador revelou que o acerto ficou pelo caminho mesmo por causa da parte financeira.

MAIS

O GESTOR do Montes Claros disse ainda à VENETA que empresários ofereceram ao clube mais dois nomes: Cézar Douglas, vice-campeão brasileiro pelo Taubaté e que é considerado um treinador caro, e até mesmo o veterano Gilberto Herrera, de Cuba, que comandou o seu país na Olimpíada Rio’ 2016 e que passou pela seleção da Venezuela e por clubes da Espanha. Ambos foram oferecidos – e não procurados –, o que justificaria o fato de a conversa não ter continuado.

TAMBÉM DA prateleira de cima, o Montes Claros chegou a sonhar com Marcos Pacheco, que acaba de deixar o Sesi. A vinda do treinador precisaria, principalmente, de um reforço de caixa nunca visto, além do que, Pacheco está com os olhos voltados para o mercado do exterior.

O ÚLTIMO nome foi o de Henrique Furtado que, segundo o site Globo Esporte, da Zona da Mata, foi sondado para que deixasse o JF Vôlei. O treinador, que tem vínculo com o Sada/Cruzeiro, preferiu ficar em Juiz de Fora, onde fez um acordo verbal e comandará um grupo formado à sua maneira por atletas cedidos por empréstimo pelo Cruzeiro – a maioria em idade de base, como já foi feito na temporada anterior e que levou o time ao inédito play-off.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: