Apontou em Camejo e acertou em Mesa: Montes Claros Vôlei terá o seu cubano

MC VÔLEI traz gringo para brigar pela posição de central; Mesa jogou no Taubaté na última Superliga, onde participou de nove jogos


Isbel Mesa Sandoval tem 28 anos recém completados (foto Ricardo Navia)
UMA SEMANA após apresentar o pacote de reforços para 2017/2018, que será marcada por uma mudança radical sem a permanência de nenhum atleta de uma temporada para outra, o Montes Claros Vôlei anunciou a contratação de mais um meio de rede. Trata-se de Isbel Mesa Sandoval, de Cuba, que disputará posição com Tarcísio Guinter e Mudo.

A INFORMAÇÃO foi publicada pelo blog do jornalista Bruno Voloch, no Estadão, e confirmada pela assessoria do clube nas redes sociais nesta manhã. O Montes Claros será seu segundo clube no Brasil. Por duas temporadas, vestiu a camisa do Funvic/Taubaté.

O MOC Vôlei buscava um atleta cubano e o primeiro nome para a posição era de Osmany Camejo, também com passagens pela seleção da Ilha, como VENETA divulgou na semana passada. Dava a entender que a negociação estava bem adiantada até aparecer a oportunidade de fechar com Mesa, que teve como diferencial o fato de já estar habituado ao País.

POUCO APROVEITADO

EMBORA SEJA de grande potencial, especialmente pela força de ataque e de impulsão como a maioria dos seus compatriotas que atuam no Brasil, Mesa foi pouco aproveitado pelo time paulista na Superliga anterior. Num levantamento feito pela VENETA, com base nas estatísticas da CBV no hotsite da Superliga 2016/2017, embora tenha sido relacionado para todas as trinta partidas que o Taubaté fez, o central cubano entrou em quadra em nove oportunidades.

MESA FOI titular nos dois jogos que o time fez contra o Canoas (3x2 e 3x0). No duelo do returno, foi até o melhor em quadra, com 13 pontos anotados e recebeu o troféu Viva Vôlei. Em outras sete oportunidades, inclusive na final contra o Sada/Cruzeiro, ele entrou no decorrer da partida. Jogou apenas num momento do quarto set.

ATÉ NO duelo contra o próprio MOC Vôlei, no turno, quando os norte-mineiros venceram por 3 a 1, no interior de São Paulo, Mesa atuou; foi titular no 3º e no 4º sets e fez cinco pontos.

COM 2,02 metros e 108 quilos, Mesa completou 28 anos no último dia 2 e é atleta formado pelo La Habana, um dos principais clubes de vôlei de Cuba. Assim como os demais atletas do seu país que optam por jogar fora, teve que se desligar das competições por dois anos até ser liberado pela Federação Cubana para deixar a ilha.

ESTE SERÁ o primeiro cubano na história do Montes Claros e o quarto estrangeiro. Já passaram pelo clube o ponteiro argentino Cristian Poglajen, o sérvio Celic e para esta temporada foi contratado o também argentino Lisandro Zanotti.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: