Com boas experiências, MCV traz especialista do Ministério do Esporte para captar novos parceiros

PARCERIA É com a ACI; na temporada passada, time conseguiu realizar Sul-Americano e montar núcleos de escolinhas a partir de incentivos fiscais

José Cândido Muricy vem a Montes Claros para apresentar detalhes sobre a Lei de Incentivo ao Esporte (Sagre Consultoria)
EM RECESSO nas quadras, o trabalho do Montes Claros Vôlei passa a ser o planejamento financeiro para a temporada 2017/2018, com a projeção de aumentar a captação de receitas e montar uma equipe mais competitiva. Por isso, a direção ainda não quer anunciar nenhum nome de atleta ou integrantes da comissão técnica. Primeiro, precisa definir o orçamento e dimensionar qual será a participação pública no projeto de agora em diante.

E O poder de convencimento na conquista de novos parceiros está nas propostas de incentivos fiscais, que o clube adotou pela primeira vez na temporada passada e com respostas positivas segundo a gestão. Em resumo: a empresa que apoia a iniciativa como patrocinadora, a partir de cotas previamente determinadas, passa a ter reduções fiscais associadas ao ICMS de produtos/serviços – a cada mês.

COMO EXEMPLO, durante a Superliga 2016/2017, por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e da Lei Federal similar, o MOC Vôlei captou parceiros para financiar o projeto dos quatro núcleos de escolinha, além dos vencimentos da comissão técnica do time profissional e parte das despesas para a inédita realização do Campeonato Sul-Americano de Clubes. Por iniciativa própria, o clube propôs como contrapartida ao apoio captado com a Lei a realização de dois cursos para treinadores amadores e educadores físicos.

EVENTO

PARA BUSCAR potenciais apoiadores, o MOC Vôlei firmou uma parceria com a Associação Comercial, Industrial e de Serviços (ACI). Na próxima terça-feira (16), às 8 horas, José Cândido da Silva Muricy, do Ministério do Esporte, vem à cidade para apresentar detalhes da Gestão da Lei de Incentivo ao Esporte, da qual é diretor e coordenador no Governo Federal. O presidente da ACI, Newton Figueiredo, abre os trabalhos.

GESTOR DO MOC Vôlei, Andrey Souza adiantou que o público-alvo para o encontro com o representante do Ministério do Esporte, é formado por dirigentes das empresas e indústrias de Montes Claros. “A adesão à lei de incentivo ao esporte, com vantagens fiscais em níveis estadual e federal, é interessante para todos os lados. Temos a experiência em algumas oportunidades e gostaríamos de compartilhar com o empresariado local, que tem grande potencial de alcançar tais benefícios”, explica.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: