Skate volta à cena das competições com o circuito Brasil Pirata

PROVA EM estilo livre será em abril, com dois dias de competição, shows e mutirão ecológico; datas serão definidas após reparo
Disputa do circuito será na pista do Bairro Todos os Santos, que ainda precisa de reparos (Foto: Danilo Oliveira)
O SKATE de Montes Claros voltará ao ritmo de competições com a realização do 1º Circuito Brasil Pirata – Street Ecológico. O evento, que vai mesclar esporte radical, com música, capoeira e campanhas ambientais, está marcado para abril, mas a data fixa ainda será definida, uma vez que dependerá dos reparos na pista da Praça Wanderley Fagundes, no Bairro Todos os Santos.

MAS O modelo de disputa está praticamente definido, como adiantou Tibas Rocha, em entrevista ao programa Camisa 12, da TV Geraes. “Será uma prova de estilo livre, mas um dia antes vamos promover algumas baterias para analisar o nível técnico dos competidores e, assim, definir as categorias de acordo com o grau de habilidade”.

PARA FORMAR o corpo de jurado, segundo Tibas, o Circuito promoverá um resgate histórico. “Já convidei e de pronto eles aceitaram. Os juízes serão os skatistas que ajudaram a projetar a cidade através do esporte, com grandes resultados em competições mineiras e brasileiras”, acrescentou.

A PROGRAMAÇÃO inicial é para dois dias de evento. Paralelo à competição, haverá rodas capoeira e shows com bandas de rock e de bossa nova. Em outro momento, plantio de mudas de árvores na praça e imediações, além de um mutirão de limpeza.

“ALÉM DO esporte, o Circuito traz uma mensagem ecológica. Algumas praças estão à mercê dos animais soltos, acúmulo de lixo e até de usuários de drogas. Vamos fazer um trabalho de conscientização para mudar este cenário”, disse Tibas, que pretende convidar skatistas de Belo Horizonte e de São Paulo para o Circuito.

PISTA

EMBORA A cidade tenha uma nova pista de skate nas imediações do Parque Municipal, a escolha pelo espaço mais antigo no Todos os Santos tem explicação. “A pista do Parque é boa, mas exige muito do skatista pelo grau de dificuldade elevado, o que atrapalharia os iniciantes”, explica Leonardo França, o Léo Kaoi, competidor e que recentemente conquistou o vice-campeonato mineiro Amador. “As inclinações da pista do Todos os Santos são melhores”.

NO ENTANTO, completa Léo, há necessidade urgente de reparos na pista do Bairro Todos os Santos, diante da quantidade de buracos. “Tem muita coisa pra fazer. O melhor seria uma reforma completa, mas fica muito caro. Caberia então algo paliativo, pelo menos para acabar com os buracos”, analisa Léo, que também é engenheiro civil. “Em duas semanas, acredito que dê para arrumar tudo”.

TIBAS


Tibas Rocha é reverenciado como porta-voz do
skate em Montes Claros (reprodução: Camisa 12)
CAPOEIRISTA, ARTISTA plástico, estilista, ciclista, skatista e ecologista. Tibas “Brasil Pirata” Rocha é de tudo um pouco e tornou-se figura folclórica no esporte radical por ser pioneiro na vinda do skate para Montes Claros. Quem conta é Gugu Santiago, que seguiu os passos do amigo e será um dos juízes do Circuito.

“QUEM É das antigas sabe da importância de Tibas para o esporte de Montes Claros, que só fazem o bem por onde passa. Quando o skate não era conhecido, ele abraçou a causa e fez vários campeonatos. Numa época que vídeos e as informações praticamente não existiam, Tibas trouxe vários skatistas de Belo Horizonte e do Rio para andar aqui”.

“HOJE, ELE ainda quer fazer homenagens aos atletas, mas na verdade é Tibas que merece as nossas homenagens: de todos aqueles que se tornaram melhores pessoas por causa do esporte”, postou Gugu.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: