Reestreia do Montes Claros pela TV, direto de Canoas

CANAL A cabo SporTV transmite abertura do returno para os norte-mineiros; Robinho fechou a 1ª parte da Superliga como o líder em premiações individuais

Robinho é o único com duas premiações individuais ao longo das 8 vitórias do MOC Vôlei (foto: Clara's Imagens)
MESMO LONGE de casa, o torcedor do Montes Claros Vôlei terá a oportunidade de ver a largada do time no segundo turno da Superliga Nacional de Vôlei. A primeira das 11 partidas restantes da 1ª fase será neste sábado (7/1), às 20 horas, contra o Lebes/Gedore/Canoas, com transmissão ao vivo pelo canal a cabo SporTV. O confronto acontece no Ginásio La Salle, em Canoas, região metropolitana de Porto Alegre/RS.

DE VOLTA aos treinos na segunda-feira depois dos festejos de fim de ano, o MOC Vôlei terminou o primeiro turno com a terceira melhor campanha geral, com oito vitórias e apenas três derrotas. São 24 pontos, com 25 sets a favor e 14 contra.

POR SUA vez, o gaúcho Canoas, último time do técnico Marcelinho Ramos antes de vir para o Norte de Minas, faz uma campanha razoável, mas aparece no G-8 – zona de classificação para os play-offs. Foram quatro vitórias e 7 derrotas, com 15 pontos somados. Venceu 20 sets e perdeu outros 24.



NO TURNO, em 29 de outubro, em Montes Claros, o MOC Vôlei venceu por 3 a 1, parciais de 25/21, 22/25, 25/20 e 25/23. Diferente da maioria dos jogos do turno, ao invés de Luan foi o ponteiro Bob Dvoranen que saiu de quadra naquele dia como o maior pontuador do time: 20 acertos. O capitão, inclusive, aparece na seleção do turno pela CBV. Em outras cinco partidas, o oposto foi o atleta de maior número de acertos.

NESTA ESTREIA de ambos na competição, o central Salsa recebeu o troféu Viva Vôlei.

ALIÁS, NA disputa interna do elenco montes-clarense pelo prêmio de melhor em quadra, o também central Robinho é o “líder” com dois troféus Viva Vôlei – contra o São Bernardo e o Castro/Caramuru. Nas outras seis vitórias, um jogador diferente recebeu cada prêmio: Salsa (3x1 Canoas), Índio (3x1 Minas Tênis), Luan (3x1 Taubaté), Gianzinho (3x1 Campinas), Murilo Radke (3x1 JF Vôlei) e Gianini (3x0 Maringá).

Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: