Outra vez não teve vitória no RS

NO 2º jogo como visitante no Rio Grande, time mostra pouca eficiência no bloqueio e perde de virada


No bloqueio, o time norte-mineiro fez apenas sete pontos contra 14 dos gaúchos do Canoas (foto: Assessoria Vôlei Canoas)
PELA SEGUNDA vez nesta Superliga, o Montes Claros Vôlei não se dá bem em um jogo como visitante no Rio Grande do Sul. Depois de perder para o Bento Vôlei pela terceira rodada do turno, o time voltou a jogar contra um gaúcho fora de casa, vencia por dois sets a um, mas permitiu a virada. O Lebes/Canoas/Gedore venceu por 3 a 2, na noite desse sábado, em uma das seis partidas que abriu o returno da 1ª fase.

NAS PARCIAIS foram 20/25, 25/23, 15/25, 25/18 e 15/10, embora tenha sido mais eficiente no ataque e na recepção, o Montes Claros ficou atrás do adversário no rendimento de bloqueio e na defesa. Os erros foram altos para os dois lados: 40 dos norte-mineiros e 39 dos gaúchos. O central Wagner, que esteve no Montes Claros na temporada anterior, eleito o melhor em quadra com o troféu Viva Vôlei. 

MENOS MAL que o time garantiu pelo menos um ponto. Chegou aos 25 na pontuação geral – oito vitórias –, mas com os resultados dos concorrentes diretos, desceu dois degraus na tabela de classificação. Chegou aos 25 pontos, mas foi ultrapassado pelo Funvic/Taubaté (26 pontos) e pelo Vôlei Brasil Kirin/Campinas (25 pontos e 9 vitórias).

MATA-MATA

TEMPO PARA lamentos? Muito pouco. Já nesta terça-feira, o time voltará à quadra para a estreia na Copa Banco do Brasil, competição eliminatória que reúne os sete primeiros colocados no turno – além do Campinas, anfitrião da fase final.

O ADVERSÁRIO montes-clarense é o Funvic/Taubaté, dos selecionáveis Éder, Wallace e Lucarelli, às 20 horas, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves. Quem vencer, garante vaga na semifinal e terá o Brasil Kirin pela frente, em Campinas, no dia 19 de janeiro. A final está programada para o dia 21.

OS INGRESSOS custam R$ 10 e R$ 5, com venda antecipada na Drogaria Minas Brasil (matriz, Rua Doutor Veloso) e Líder Notebooks (Montes Claros Shopping).
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: