Licitação para o Estádio do Ateneu com data marcada: 12 de setembro

VALOR SUPERA os R$ 2,2 milhões e prazo para a conclusão da obra, em lote único, é de oito meses; município vai administrá-lo por mais 8 anos


Foto acima mostra como o campo estava meses atrás; abaixo, a perspectiva do novo Estádio
HÁ QUASE quinze anos sem qualquer tipo de atividade, o que culminou com a sua deterioração quase que por completo, o Estádio João Rebello será, enfim, recuperado por completo. O Diário Oficial do Município publicou no último sábado, o aviso de licitação para a concorrência pública 028/2016, que tem como objeto a contratação de empresa para a reforma do Estádio – rebatizado de “Arena Ateneu”. A informação foi divulgada com exclusividade, um dia antes, pelo jornalista Nairlan Clayton Barbosa, no programa Camisa 12 (TV Geraes) - parceiro do Blog De Veneta.

O VALOR referência é de R$ 2.206.734,76 em lote único. Ou seja, todas as intervenções serão feitas num único prazo de execução - oito meses. A Secretaria Adjunta Municipal de Esporte, Juventude e Cultura aparece no documento como a solicitante. Conforme o projeto, apenas a base da estrutura das arquibancadas e do salão de eventos será mantida.

CONFORME O documento, a licitação presencial acontecerá no dia 12 de setembro, às 9 horas, na Sala de Licitações, no Prédio da Prefeitura. A abertura dos envelopes das empresas participantes acontecerá às 9h30.

ENTENDA

O ATENEU suspendeu as atividades em 2002 e, desde então, o estádio foi fechado. Foram várias as tentativas de recuperação do local, mas por impedimentos legais ou mesmo falta de acordo, nenhuma ideia foi levada adiante. No entanto, há quatro anos, o município decidiu, por decreto do Executivo, desapropriar o estádio alegando como questão de saúde pública o abandono do local – além de considerar as dívidas tributárias.

NUMA PRIMEIRA grande mobilização, a diretoria do Ateneu conseguiu convencer a Prefeitura a revogar o decreto. À época, o argumento da direção atenense foi financeiro: com a desapropriação, o clube teria de ser indenizado em mais de R$ 30 milhões – valor de mercado do terreno de quase 20 mil metros quadrados em uma das áreas centrais mais valorizadas em Montes Claros.

POR OUTRO lado, em contra-argumento, o Broca aceitou ceder o espaço em contrato, numa espécie de regime de comodato: o usufruto do estádio para o município num período de dez anos, a contar de 2014.

E MAIS recentemente, em 28 de junho último, a Câmara Municipal aprovou proposta do Executivo que autorizou uma dotação ao orçamento do município no valor de R$ 2,134 milhões para a reforma do estádio no Bairro São José – o que não estava previsto no orçamento de 2016, aprovado ano passado.

PRESIDENTE DO Ateneu, Cássio Aquino recentemente falou ao programa Momento Esportivo, do Canal VinTV e lembrou que os recursos anunciados na dotação e para a licitação não são específicos para o Ateneu, mas sim para a reforma do Estádio que passou a ser administrado pelo município – o que será contínuo pelos próximos oito anos.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: