Uai? Não: Trava-Línguas Futebol Clube

Follmann; Marx Freud, Arnold, Tharsus; Rayro, Benhami, Gilben, Brunwell, Kozlowski e Ravelli; Rafamar...

Follmann, Brunwell, Arnold e Rayro são alguns dos nomes originais
Esta escalação poderia ser confundida com a formação titular de uma das pequenas e menos conhecidas seleções da Europa ou da Oceania; ou mesmo de um time dos países da antiga cortina de ferro do Velho Continente ou “ali” da Nova Zelândia.

Mas esta variedade de fonemas, alguns trava-línguas para narradores e repórteres, está bem mais próximo do que se imagina. São os alguns dos nomes excêntricos contratados pelos times do Interior para o Campeonato Mineiro 2016, que começa neste domingo, com seis jogos.

A relação inicial acima vai desde quase xará de apresentadora global a homônimo do alemão que foi o pai da psicanálise e que está entre os maiores pensadores de todos os tempos. Mas a lista completa, que vamos mostrar adiante, vai mais além, com apelidos inspirados em desenhos animados, francês campeão mundial, ex-presidente da república ou, mesmo embora difíceis de serem pronunciados, os próprios sobrenomes de famílias.

Outros são bem simples, mas são (ou eram), digamos, alheios ao futebol: Barra, Tuco e Tchê.

A pesquisa sobre os nomes e apelidos originais é sempre um clichê a cada início de temporada e até mais habitual em competições de base, como na última Copinha que teve pelos campos de São Paulo afora os candidatos a craques Jackie Chan, Clifton, Diancesaris e Jorywinnyson, dentre outros.

Mas o giro pelos registros do interior mineiro é inevitável, até porque todo ano é praticamente a mesma coisa: elencos quase todos reformulados – seja em Três Corações, Tombos ou Patos de Minas. E quem gosta de futebol gosta de saber como estão os candidatos a azarões.

Confira

Goleiros
Alcacis (Guarani), Follman (URT), Tamiazi (Tricordiano) e Testa (URT); 

Defensores
Arnold (Tricordiano), Boiadeiro (Villa), Crasso (URT), Feijão (Caldense), Lula (Guarani), Marx Freud (Caldense), Menegaz (Uberlândia), Morisco (Villa), Neylor (Boa), Rayro (Uberlândia), Sabiá (Villa), Sheslon (Boa), Tchê (Villa), Tharsus (Caldense) e Thuram (URT)

Meias
Advam (Villa), Benhami (CAL), Brunwell (Guarani), Capela (Tricordiano), Gilben (Guarani), Kozlowski (Tupi), Pirão (Tupi), Possebon (URT), Ravelli (Villa) e Thaciano (Boa).

Atacantes
Barra (Tombense), Jarlyson (Boa), Love (Tricordiano), Rafamar (Caldense), Tuco (URT), Pikachu (Boa) e Valdeflan (Villa).
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: