Montes Claros Vôlei adia sonho do título mineiro por mais um ano

TIME FEZ um jogo equilibrado contra o Minas Tênis, mas virada no terceiro set foi determinante

Bob e Rafael em bloqueio para cima do cubano Leal (foto: Uarlen Valério/O Tempo)
ADIADO MAIS uma vez o projeto de conquista do título estadual. O Montes Claros Vôlei fez um jogo equilibrado, mas acabou perdendo para o Minas Tênis Clube no jogo único da semifinal do Campeonato Mineiro, realizado no Ginásio do Riacho, em Contagem, na noite de sexta-feira. As parciais foram de 20/25, 25/21, 23/25 e 19/25 em quase duas horas de confronto.

O TERCEIRO set pareceu o “divisor de águas” o mais decisivo, até porque o Montes Claros esteve à frente do placar nos dois tempos técnicos (8-7 e 16-12) e chegou ao final com a vantagem de três pontos (20-17), mas esbarrou na recepção e no bloqueio do Minas.

E NO quarto set, após uma reação surpreendente, já que chegou a perder por 8 a 3, o MOC diminuiu a vantagem para apenas dois pontos (14-16), mas voltou a cometer os erros que permitiram o Minas disparar outra vez e fechar a partida.

AO LONGO do jogo, o técnico Marcelinho Ramos repetiu uma característica da campanha da primeira fase, com as constantes substituições para a variação tática. No levantamento, por exemplo, Rodrigo Ribeiro começou como titular e atuou até a metade do segundo set. Índio terminou o jogo na função.

SALSA

A NOVIDADE ficou por conta da volta do central Thiago Salsa, que não jogou contra o Sada/Cruzeiro, no fechamento da 1ª fase, já que servia a seleção brasileira nos Jogos Mundiais Militares. O sérvio Milan Celic foi o seu substituto. Salsa voltou da Coréia do Sul como campeão.

“O MONTES Claros tem uma parcela importante nesta conquista. Embora eu tenha feito uma preparação especial com o Exército, foi no clube que pude aprimorar a parte física e adquirir o ritmo de treino e de jogo”, disse o atleta, como agradecimento ao apoio que teve dentro do MOC Vôlei.

SUPERLIGA

O TIME, agora, concentra as forças para a disputa da Superliga Nacional de Vôlei, que começa na primeira quinzena de novembro. A estreia montes-clarense será como mandante, no dia 8/11, às 18 horas, contra o Funvic/Taubaté. Também na última sexta-feira, a equipe do interior paulista anunciou o fim da parceria com o São Paulo Futebol Clube. O ponteiro Lucarelli, da Seleção Brasileira, é o atleta mais conhecido do primeiro rival que o MOC Vôlei terá na disputa.

MINAS E Sada/Cruzeiro, que derrotou o Unincor Três Corações no jogo seguinte da sexta-feira (3-0), fizeram a final do Mineiro, na noite de sábado, e os cruzeirenses venceram por 3 a 2, garantindo o hexacampeonato estadual.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: