Rádio esportivo perde o porta-voz do Funorte

LU SALLES, o repórter da gargalhada, não resiste a complicações renais, e falece aos 52 anos, em Montes Claros

O REPÓRTER e apresentador de rádio Lu Salles faleceu na madrugada do último sábado. Aos 52 anos, ele estava internado há uma semana com um quadro de insuficiência renal. Lu era transplantado há quase um ano, mas não resistiu às complicações. Ele foi um dos responsáveis pela montagem da equipe esportiva da Rádio Expressão 104 FM.

EMBORA TENHA trabalhado também com projetos religiosos e programas de música gospel, foi no esporte que Lu Salles se popularizou. Seu trabalho mais marcante foi a cobertura do Funorte Esporte Clube, especialmente nos primeiros anos de atuação do time profissional.

EM 2008, quando o FEC conquistou seu único título – Campeonato Mineiro da Segunda Divisão –, Lu Salles foi o setorista do Formigão e uma espécie de porta-voz, até mesmo para os outros veículos de comunicação. Isso porque só a Expressão FM acompanhou o clube em todos os dezesseis jogos pelas duas fases do Campeonato.

GARGALHADA

SUA MARCA nas transmissões era uma gargalhada a cada gol do Funorte, que ele não escondia ser inspirada no folclórico repórter de campo Carlos César Pinguim, também falecido. Lu Salles foi um dos responsáveis pela equipe esportiva da Expressão ao lado do comentarista Geraldo Sá, que faleceu no mês passado, vítima de um acidente de carro na Br-365.

O RADIALISTA foi sepultado na manhã de domingo, no cemitério do Bomfim, em Montes Claros. Deixa esposa e dois filhos.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: