Victória Clube é julgado por WxOs e eliminado

TRIBUNAL DE Justiça da FMF confirma punições contra o Victória Clube, que pode ser suspenso por até dois anos

O VICTÓRIA Clube de Montes Claros está oficialmente fora do Campeonato Mineiro Sub-15 e Sub-17 – Segunda Divisão –, mesmo com as duas disputas ainda em andamento. A explicação está no fato de o clube deixar de comparecer em quatro dos seis jogos marcados na tabela, sob alegação de dificuldades financeiras para custeio na manutenção do projeto.

O TRIBUNAL de Justiça Desportiva da FMF (TJD), em duas comissões disciplinares, já julgou dois destes casos. No primeiro julgamento, realizado no dia 1º de setembro, o Victória foi penalizado no artigo 203 (“não comparecer à praça de jogo”).

ACABOU MULTADO em R$ 400,00 (R$ 200,00 para cada categoria) por se ausentar aos jogos contra o Internacional de Minas, pela terceira rodada. Os times se enfrentariam em rodada dupla no dia 15 de agosto, em Uberlândia.

MAS A reincidência não demorou e da pior forma. O time Sub-15 receberia o Inter de Minas no dia 29 de agosto, no Estádio Rubens Durães Peres, em Montes Claros, e mesmo em casa o time não foi ao campo. A repetição do erro não foi perdoada pelo TJD. Na sessão dessa terça-feira, o clube foi julgado por denúncia no mesmo artigo 203 e novamente multado em R$ 300,00, além de ter confirmada a exclusão do Campeonato.

SÓ QUE as penalidades não param por aí. Com a desistência do Campeonato em andamento, a FMF poderá impedi-lo de retornar às competições estaduais por um período de até dois anos.

SOBRE O time Sub-17, oficialmente o TJD não excluiu ainda o Victória, mas é um caminho sem volta, já que nos dias 29 de agosto e 8 de setembro, o clube não foi aos jogos contra o Dínamo (em Araxá) e nem contra o Nacional de Nova Serrana, que aconteceria em Montes Claros.

CONTAS E PREJUÍZOS

E AINDA há o prejuízo no bolso. Além dos R$ 200,00 de multa por não ter viajado a Uberlândia, o Sub-17 foi julgado na última terça-feira pelos incidentes no jogo contra o Inter de Minas, em Montes Claros, no dia 29/8. A partida começou com um atraso de 30 minutos porque o Estádio Rubens Durães Peres estava fechado (relatado em súmula). Por causa desses contratempos, o Victória foi multado em R$ 1,5 mil. O Inter venceu por 2 a 0.

A VENETA chegou a conversar com o presidente do Victória, Reynaldo Dimas, antes dos julgamentos. Ele reconheceu as dificuldades de manutenção do clube e até mesmo a inexperiência para administrar algumas situações dentro da competição.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: