À disposição para o batente

APÓS DOIS desafios internacionais com a seleção, oposto Wagner se diz mais confiante para encarar o Mineiro pelo MOC Vôlei

Wagner (2) e Kadu (6) durante o mundial Sub-23 em Dubai, em agosto
DOS JOGADORES do Montes Claros Vôlei que estavam com a Seleção Brasileira Sub-23, o oposto Wagner foi o primeiro a voltar ao clube. O jogador está na cidade desde domingo, depois de quase um mês defendendo o país em duas competições internacionais: a Copa Pan-Americana, nos Estados Unidos, e o Mundial Sub-23, nos Emirados Árabes. Na primeira disputa, o Brasil foi campeão e na outra ficou com a quinta colocação geral.

MESMO COM esta maratona de treinos, viagens e jogos com a seleção, Wagner se diz pronto e disposto para fazer parte dos planos do técnico Marcelinho Ramos já para o próximo jogo pelo Campeonato Mineiro, neste sábado, contra o Unincor, em Três Corações. No dia 17, em Montes Claros, o time receberá o Minas Tênis.

“É UM desafio muito grande disputar um mundial, o que te fazer crescer tecnicamente. Como estou em ritmo de competição, vou procurar aprimorar o entrosamento com os companheiros e buscar o meu espaço para brigar por vitórias pelo Montes Claros”, disse o oposto, em conversa com a VENETA, na última segunda-feira.

IMPROVISAÇÕES?

A VOLTA de Wagner é vista como um alívio para o técnico do MCV, que deve pôr fim às improvisações. Enquanto o oposto estava com a seleção, ele foi obrigado a improvisar na posição, pois só contava com André Nascimento como especialista. Nos jogos-treinos contra o Gabarito/Uberlândia e nos dois primeiros jogos pelo Mineiro, contra Unincor/Três Corações e UFJF, Renan e Juninho, que são ponteiros de origem, também atuaram como opostos, já que André precisava ser poupado em alguns momentos.

TAMBÉM CONTRATADO pelo Montes Claros para esta temporada, o ponteiro Kadu foi outro que esteve nas duas competições, mas a sua chegada ao Norte de Minas não acontecerá agora. Emprestado pelo Sada/Cruzeiro – ao lado do líbero Kachel –, Kadu disputará o Estadual pela equipe de BH, já que vários atletas de lá estão servindo a seleção principal ou o selecionado Sub-21 no Mundial do México. 
Com o elenco reduzido, o Cruzeiro comunicou oficialmente ao Montes Claros a permanência do ponteiro por, pelo menos, até o encerramento do Campeonato Mineiro.

NÚMEROS – NO mundial Sub-23, o Brasil fez sete jogos, venceu cinco e perdeu apenas dois. Titular praticamente em toda competição, Kadu foi o terceiro maior pontuador do Brasil (85 pontos) e o sexto atacante mais eficiente do torneio, com 46,8% de aproveitamento. Wagner entrou em várias partidas e fez 11 pontos.

MAIS UM FORA

FORA DA quadra, o MOC Vôlei segue com outra baixa. O auxiliar técnico Leandro Dutra está com a seleção brasileira Sub-21 no Mundial do México, que começa amanhã. Ele será o auxiliar do técnico Leonardo Carvalho. O Brasil está no grupo C, ao lado de Cuba, adversária da estreia, China e Irã.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: