Mais JEMG: talentos das águas garantem dez medalhas

CIDADE FOI representada por nadadores do projeto CDBA/Correios, do Sesiminas e na Academia Nado Livre

Equipe da cidade conquistou dez medalhas de bronze em quatro provas
FORAM DEZ medalhas conquistadas pela natação de Montes Claros na fase final dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG), a modalidade entre os representantes da cidade com o maior número de conquistas (o judô teve oito). A disputa foi realizada na última semana, em Uberaba, e definiu os representantes de Minas Gerais para as Olimpíadas Escolares Brasileiras, que acontecerão em setembro, na cidade de Fortaleza/CE. 

NAS DEMAIS modalidades, a cidade alcançou a medalha de ouro no handebol masculino, basquete feminino e três na bocha paralímpica. Foram ainda duas pratas e oito medalhas de bronze (Leia a matéria).

DESAFIO

EM MEIO à competição, os nadadores de Montes Claros tiveram que se adaptar às diferenças: em casa, treinam nas piscinas de 25 metros e lá em Uberaba disputaram as provas numa olímpica – de 50 metros. Além disso, mais obstáculos: nas equipes concorrentes havia vários recordistas estaduais. Breno Duarte, da Escola Municipal Crisantino Borém, e Lorenzo Lima Starling, do Prisma, foram os destaques com três medalhas cada um.

AO FINAL do torneio de natação do JEMG, o saldo montes-clarense foi “bronzeado”. A cidade conquistou o terceiro lugar no revezamento misto do Módulo I (Breno Duarte, Adriele Soares/Escola Estadual Gonçalves Chaves, Lorenzo Starling e Luana Maria Souza/Escola Estadual Deputado Esteves Rodrigues); na prova dos 50 metros nado peito (Breno Duarte), nos 50 metros nado peito (Lorenzo Starling) e no revezamento masculino (Breno Duarte, Victor Manuel Silva/Escola Estadual Dona Quita Pereira, Lorenzo Starling e Mateus Sousa/Escola Geraldo Pereira).

Equipe do revezamento misto que conquistou o bronze nas finais do JEMG

“A DIFERENÇA entre as piscinas de treino e de competição foram consideráveis, além do que nadamos contra vários recordistas. Por isso, como estamos nos pódios entre os três melhores do Estado, penso que a gente pode dizer que estas medalhas de bronze valem como se fossem de ouro”, avalia Maristela Soares, coordenadora da equipe de natação do JEMG. Os atletas medalhistas treinam no projeto CDBA/Correios, do Sesiminas e na Academia Nado Livre.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: