Equilíbrio com ou sem descarte

REGRA DE eliminação dos piores resultados mexe com a classificação parcial do Norte-mineiro de Enduro

Serão mais 6 etapas até o final do ano; pilotos ainda não consideram descartes
O REGULAMENTO do Campeonato Norte-mineiro de Enduro de Regularidade prevê, ao final das 12 provas, que cada piloto possa descartar os dois piores resultados da temporada. A regra é absolutamente decisiva e mesmo que tenha mais seis provas no calendário até novembro, a coordenação já faz simulações na classificação geral do campeonato para que os competidores tenham noção de como a pontuação pode mudar com os descartes.

ATÉ AQUI, foram três enduros: Montes Claros (maio), Bocaiúva (junho) e Januária (julho), com duas etapas em cada cidade. Na somatória bruta, sem os descartes, Juninho Galego, com 127 pontos, é o líder da categoria Sênior, com Pablo Bororó em segundo com 125 e Alex "Lequinha" Amorim em terceiro, com 124 pontos.

MAS SE aplicar a regra específica na metade da temporada e anular os dois piores resultados de cada piloto entre as seis etapas realizadas até aqui, a coisa muda: Pablo Bororó passa a ser o primeiro colocado, com 95 pontos. Lequinha sobe para o segundo lugar (94) e Galego fica em terceiro (89).

MUDA O SEGUNDO

Com corte, Lequinha sobe uma posição na Sênior
NAS DEMAIS categorias, por enquanto, o corte - ou não - dos piores resultados em duas etapas não muda a liderança. Fabiano Gomes lidera a Júnior com 100 pontos (corte) ou 134 (sem descartes), mas a regra já afeta a segunda colocação. Bruno Barreto passa a ser o vice-líder com cortes (91 pontos), mas sem descartes, ele cai para quarto, ultrapassado por Savo Rupic (129) e Maurício Boaventura (95).

ENTRE OS Novatos, a ponta é de Bruno da Cachaça, com 97 pontos (corte) ou 133 (sem descartes), seguido por Rafael Facchini (89 com cortes e 123 sem descarte) e Caio Nogueira (82 com corte e 114 sem descartes).

A NOVIDADE neste ano é a categoria Estreantes, que tem Emerson "Honda" como líder disparado (90 pontos). Ele foi o único a disputar as duas primeiras etapas em Montes Claros. Já na prova de Januária, a categoria teve mais nove concorrentes e Marcos Vinícius venceu as duas etapas (50 pontos) e ocupa o segundo lugar neste momento. Na classificação geral, como todos não disputaram as etapas de junho, a ausência em Bocaiuva já conta como descarte para todos.


EMBORA PAREÇA confuso aplicar agora ou ao final a regra dos descartes, o que importa, segundo os pilotos, é a sua necessidade: o descarte serve para equilibrar a disputa, já que numa ou outra etapa há quem tenha problema com um pneu furado, queda, falha mecânica ou nem mesmo possa viajar para as etapas por causa de um compromisso pessoal.

HAVERÁ, AINDA, o Enduro "Fora de Estrada", em Arinos, em setembro, e o Enduro dos Montes, em Montes Claros, em novembro. A prova prevista para outubro ainda não tem sede definida. (Foto: Fáusio Silva)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: