Possibilidade de desistência

BICHO AINDA trata como boato, mas Patrocinense pode abrir mão da vaga no Módulo II; melhor será se for antes do arbitral

NO CAMPO, com a pior campanha da Chave A, o Montes Claros Futebol Clube acabou rebaixado do Campeonato Mineiro Módulo II para a Segunda Divisão do ano que vem. O Bicho assimilou a queda e mudou praticamente toda a forma de trabalho, com a aposta em atletas mais jovens já que a Federação Mineira de Futebol transformou a Segundona numa competição Sub-23 – a partir de 2015. Mas a informação mais recente, ainda encarada como hipótese acende uma luz no fim do túnel para que o MCFC fique no Módulo II em 2016.

A REVELAÇÃO é do presidente Ville Mocellin. Em conversa com a VENETA, ele falou sobre a possibilidade de a Patrocinense, que conseguiu se manter no Módulo II, desativar o departamento de futebol e deixar mais uma vaga em aberto para a temporada do ano que vem.

O PRESIDENTE confessa que ainda encara o assunto como um boato, até porque a realidade financeira dos clubes do interior é sempre instável e “as coisas só se resolvem mesmo na véspera do início das competições”.

ALÉM DISSO, ele lembra que a própria Patrocinense já viveu uma situação como esta de quase desistência por dois anos seguidos, mas acabou resolvendo seu lado financeiro em cima da hora. E mesmo com times modestos, com base amadora ou de atletas ainda em idade juvenil, disputou o Módulo II no limite e não foi rebaixada.

CHANCE

O COMANDANTE do Bicho revelou que só vai trabalhar com a possibilidade de permanência do Montes Claros no Módulo II caso a desistência da Patrocinense seja oficializada antes do próximo Conselho Arbitral que definirá o Módulo do ano que vem. “A gente só teria a chance de ficar no Módulo II se acontecer desta maneira, porque valeria a classificação final deste ano”.

CASO ACONTEÇA depois do Arbitral do Módulo II de 2016, ainda segundo Mocellin, o Montes Claros perderia o direito de brigar pela vaga pelo critério técnico, porque a FMF passaria a levar em conta a classificação da 2ª Divisão deste ano, com o acesso de três ao invés de dois clubes, ou rebaixaria direto a Patrocinense.

SAIBA MAIS

O MÓDULO II deste ano foi disputado por 11 equipes divididas em duas chaves. Na Chave B, o Nacional Esporte (ex-Nova Serrana), desistiu do Campeonato depois do Conselho Arbitral e foi considerado rebaixado antes mesmo de a bola rolar. O Funorte chegou a tentar a vaga como terceiro colocado da Segunda Divisão do ano passado, mas sem sucesso.

COM ISTO, só na Chave A teve descenso e o MCFC foi o último colocado, com apenas seis pontos e nenhuma vitória. A Patrocinense foi a vice-lanterna, com 10 pontos.

ATÉ AQUI, as vagas de Montes Claros e Nacional EC serão preenchidas pelo campeão e o vice-campeão da Segunda Divisão, que começa no próximo dia 26 de julho.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: