Norte-mineira joga pelo Brasil

PATRÍCIA RAMOS disputa a etapa final do Sul-Americano de vôlei de areia na Argentina; atleta já joga também pelo adulto

A NORTE-MINEIRA Ana Patrícia Ramos, a Patty, é uma das representantes do Brasil na disputa da etapa final do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Areia, que acontece a partir desta sexta-feira, na Argentina. Ao lado da parceira Eliza Maia, a jovem de Espinosa faz a estreia contra as chilenas Maria Rivas e Josefa Izquierdo, na quadra montada no Parque Sarmiento, em Buenos Aires. 

A ETAPA argentina envolve mais seis países e conta pontos para o ranking de qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro/2016. Independente de quem faz parte das duplas, a pontuação é contabilizada para o país. O circuito sul-americano teve início no ano passado e após sete etapas o Brasil lidera com 1.240 pontos, 100 a mais que a vice-líder Venezuela.

CAMPEÃ MUNDIAL dos Jogos da Juventude na China, em 2014, Patty tem 17 anos e Eliza está com 30. Embora sejam de gerações diferentes, a dupla já atuou junta; e com competência. Vem de um título internacional no Desafio Challenger de Mônaco, no início do mês.

DUAS CATEGORIAS AO MESMO TEMPO

ANA PATRÍCIA conversou com o JN na última semana e confirmou que está na transição entre as competições de base e as disputas adultas, mas ainda atua nas duas categorias. Por exemplo, no Circuito Brasileiro Sub-23, ela é a líder com a dupla formada com a cearense Rebecca. As duas foram medalha de prata nas etapas de Chapecó/SC e Campo Grande/MS e ouro na etapa de Vitória/ES. Têm 460 pontos. Restam ainda as etapas do Rio de Janeiro, Salvador e Brasília.

NO ADULTO, além do desafio em Mônaco e desta etapa final do Sul-americano, a atleta de Espinosa se prepara para a disputa do Circuito Open Banco do Brasil, que acontece em várias sedes e com o nível técnico dos mais altos, afinal também participam as duplas que representam o Brasil no Circuito Mundial de Vôlei de Areia e no Pan-Americano.

“O OPEN é o top entre todas as competições que acontecem no Brasil. Comecei a jogar as competições adultas agora, mas me sinto preparada para disputá-las”, disse a jovem, na conversa com a VENETA.

DESDE O início do ano, Patrícia está de casa nova. Ela reside em Fortaleza/CE, onde treina com o técnico Reis no CT de Larissa França, seis vezes campanha mundial de vôlei de areia na dupla formada com Juliana. Ela tem o CT em sociedade com a sua atual parceira Talita, atuais campeãs do Circuito Open Brasileiro 2014/2015.

ANA PATRÍCIA Ramos foi descoberta num torneio dos Jogos Escolares de Minas Gerais, mas quando disputava o torneio de handebol em Corinto. Por causa da estatura e do porte físico, ela foi convidada pela Federação Mineira de Vôlei a treinar vôlei de quadra e depois fez a transição para a areia. Em 2015, ela recebeu o Troféu Bola Cheia como destaque internacional e em abril foi a madrinha na inauguração do núcleo do projeto Viva Vôlei na Unimontes.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: