Montes Claros é a 2ª cidade a receber o projeto do Circuito dos Cristais

AUTÓDROMO INTERNACIONAL está em construção em Curvelo e segue normas oficiais da FIA e FIM; famosos estão entre os associados

Localização estratégica de MOC fez parte do planejamento do autódromo
O PROJETO do primeiro autódromo internacional de Minas Gerais e o maior complexo de esportes motorizados da América Latina passa por Montes Claros. A escolha foi dos gerentes do projeto do “Circuito dos Cristais”, autódromo que está em fase de construção em Curvelo. Na última terça-feira, Montes Claros foi a segunda cidade de Minas a receber um evento de apresentação do projeto, que teve como convidados empresários e alguns profissionais de imprensa.

COM O rigor dos padrões da FIA e da FIM, trata-se de uma pista de 4,4 quilômetros, que tem como consultor técnico o ex-piloto da Fórmula Indy Bruno Junqueira e que receberá, a partir de 2016, provas da Stock Car e de outras categorias do automobilismo e o motociclismo brasileiro. O passo mais adiante é ser sede de uma prova do Mundial de Moto GP. O trabalho de bastidores neste sentido envolve outro brasileiro de sucesso nas pistas: o ex-piloto de Moto GP Alexandre Barros.

Pilotos de Stock Rafa Matos e Lucas Foresti andaram com carros antigos na
pista de Curvelo: são 4,4 mil metros, com 18 curvas (foto: Fred Mancini)
ASSOCIADOS

NO TOTAL, com 4 milhões de metros quadrados, o complexo automotor associa o circuito a uma série de empreendimentos, o que trouxe os gestores do circuito à cidade. Haverá um condomínio fechado, um novo bairro comercial e um complexo de hotéis. Os montes-clarenses foram aresentados à proposta, que já tem cerca de 100 associados, alguns famosos, mas que não tiveram os nomes revelados conforme sigilo de contrato. “Tem jogador de futebol, ex-piloto de Fórmula 1”, resumiu Marco Túlio Ferreira, da Tec Racing, construtora do complexo.

Alfredo confirma ex-pilotos como consultores do projeto
A ESCOLHA para esta reunião em Montes Claros, segundo o gerente do projeto e engenheiro Alfredo Santos, é a posição estratégica da cidade, com uma das economias mais fortes do interior, a proximidade com Curvelo e o aeroporto com uma das maiores pistas de pouso e decolagens do interior do Brasil. “A gente espera que o público de Montes Claros possa freqüentar o circuito e o empresariado possa fazer negócios ali”.

SOBRE A ideia de construir um circuito em Curvelo, Alfredo fala em quebra de paradigma para que Minas realize o sonho de ter o seu grande autódromo internacional. “Houve muitas tentativas frustradas para realizar o desejo do mineiro em ter o seu autódromo, mas agora o projeto foi adiante. Curvelo está no centro geodésico de Minas Gerais, com cinco acessos por rodovias oficiais a grandes centros e uma estrutura crescente na área de saúde, segurança e rede bancária”. Segundo ele, a ideia é ter parceiros montes-clarenses.

Veja
Site oficial
- Facebook do circuito

EM RESUMO, o complexo terá além da pista uma série de espaços off-road. O associado, por exemplo, terá acesso ao uso da pista e um terreno entre 400 e 1.000 metros quadrados para construir uma casa próxima ao autódromo. A cota inicial custa, em média, R$ 72 mil (valor à vista até 31 de julho, data estipulada para o início do asfaltamento da pista).
(Fotos: Ch. Jilvan)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: