Experiência garante placar bem elástico para o BH na Taça Tupi

NO JOGO de ida da Taça Tupi, Terremoc segura até os 20 minutos sem sofrer "try", mas bagagem do rival predomina

Jogo foi no Marista (foto: Fredson Souza)
O MONTES Claros Rugby resistiu até os primeiros vinte minutos sem sofrer nenhum “try”, mas ao final prevaleceu – e muito – a experiência do adversário. No jogo de ida da fase classificatória da Taça Tupi, o BH Rugby venceu por 77 a 3, sábado à tarde, no campo do Colégio Marista São José, em Montes Claros. A partida de volta acontecerá daqui a seis dias, na Capital.

A GRANDE diferença pode ser entendida pelo currículo do BH Rugby: de mais de uma década de trabalho e nada menos que seis títulos mineiros consecutivos. Enquanto isso, o Terremoc vive apenas sua terceira temporada em competições, com uma renovação de elenco em torno de 60% em relação ao grupo do ano passado, que havia conquistado a Taça de Bronze.

MESMO COM um placar que deixa evidente a classificação do rival para as oitavas de final, com jogos contra uma equipe de outro estado, o segundo jogo está confirmado. A Taça Tupi é organizada pela Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e equivale à Segunda Divisão do Campeonato Nacional.

Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: