Agente da Seleção de olho em pivô de Montes Claros

MANAGER DAS principais jogadoras do Brasil faz proposta para que Kamilla Soares vá jogar nos EUA já em times estudantis

Kamilla vai para Portugal e passa a analisar
proposta de agente para ir aos Estados Unidos
ALÉM DO português Clube Torres Novas, para onde seguirá em novembro próximo, após a conclusão do ensino fundamental, a pivô montes-clarense Kamilla Soares está na mira de outra referência no basquete de base mundial. A jogadora de apenas 14 anos e 1,96 metro tem em mãos uma proposta do manager Fábio Jardine, dono da única agência brasileira licenciada na Federação Internacional de Basquete (FIBA) e na Liga Feminina dos Estados Unidos (WNBA) no gerenciamento da carreira de atletas.

PARA SE ter uma ideia da dimensão do trabalho de Jardine, um dos sócios da “First Pick Basketball Management”, ele responde pela representação da carreira de 90% das jogadoras da seleção brasileira principal, como as pivôs Clarissa, Nádia e Érika e a armadora Adriana, todas atletas profissionais em clubes da WNBA.

COMO KAMILLA ainda é atleta de base, os contratos só podem ser assinados a partir dos 15 anos. E a ida para Portugal em nada lhe atrapalhará chegar nos Estados Unidos. O Clube Torres Novas é uma das referências europeias na formação de atletas de base que chegam à WNBA.

ESTUDOS

A PROPOSTA apresentada por Jardine, segundo o técnico de Kamilla, Rogério Sant’Anna, passa primeiro pela conclusão dos estudos. A pivô iria para os Estados Unidos a partir de julho de 2016 com estudos garantidos numa “High School” (colégio de ensino médio) com tradição no basquete feminino de base. Este é o primeiro caminho para chegar à WNBA, mas antes Kamilla passará pelo basquete universitário.

ROGÉRIO DEIXA claro que nada, além da ida para Portugal ao final deste ano, está acertado. Kamilla já recebeu nada menos do que oito convites de clubes brasileiros e agora do Jardine. “Isso deixa claro que ele vem acompanhando o trabalho dela de alguma forma e percebeu o seu potencial. O Fábio é uma das referências mundiais na formação de atletas e no gerenciamento de carreiras”, observa.

ENQUANTO PERMANECE em Montes Claros, a atleta terá agenda cheia até novembro, quando seguirá para a Europa. Disputará a fase final dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) e o Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais pela equipe mineira, em agosto, em Curitiba/PR. Minas está na 2ª Divisão e estreia contra Rondônia. A competição nacional será base para a convocação da Seleção Brasileira Sub-15, que disputará o Campeonato Sul-americano.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: