Vôlei 2015/16 – Parte I: o primeiro desafio será o de renovar

DESTAQUES INDIVIDUAIS do Montes Claros, Pedrão e Cristian também estão nos planos de concorrentes

Marcelinho acertou permanência; Cristian (fundo) é outra prioridade, assim como Pedrão (7)
EMBORA SEJA uma informação de bastidores apurada pelo blog, a manutenção do Montes Claros Vôlei está praticamente certa para a próxima temporada. O clube trabalha agora para finalizar os números que darão o suporte financeiro, com projeção de aumento de pelo menos 50% no orçamento para que o time a ser montado seja mais competitivo. Se na Superliga 2014/2015 o time chegou às quartas de final, a meta para a disputa seguinte é de estar, pelo menos, entre os semifinalistas.

É ÓBVIO que os planos para um time forte passam por novas contratações, mas a manutenção dos destaques individuais da atual temporada também está entre metas. O técnico Marcelinho Ramos viajou em férias já com o acordo acertado: ficará no Norte de Minas por mais um ano e será determinante na montagem do novo grupo de atletas.

MESMO QUE não falte vontade por parte da direção, do treinador e da torcida, será uma missão bastante complicada manter outros dois destaques que o time teve: o central Pedrão e o ponteiro argentino Cristian Poglajen.

ÂNIMOS

AOS 21 anos, Pedrão pertence ao Sada/Cruzeiro e veio à cidade por empréstimo. Na virada de ano, renovou o contrato com o clube de BH por mais dois anos, mas continuou cedido ao MOC Vôlei. Parece ter renovado os ânimos e a técnica e se tornou titular no time do técnico Marcelinho Ramos e um dos destaques individuais do time norte-mineiro.

Ao fundo, técnico Marcelinho Ramos é nome certo; Pedrão iniciou conversas
NA SUPERLIGA, o jovem atleta ficou entre os 30 maiores pontuadores, com 192 pontos, à frente de nomes bem mais badalados como Éder (Cruzeiro), João Paulo Tavares (Campinas), Manius (UFJF) e Maurício (Sesi). Não o bastante, fechou a competição com mais uma boa notícia: está pré-relacionado para a seleção brasileira de novos, que é comandada por Rubinho, auxiliar técnico de Bernardinho na seleção principal.

O DESEMPENHO fez o Cruzeiro repensar o empréstimo, recado que o técnico Marcelo Mendez já mandou ao final do segundo jogo das quartas de final, quando o Sada venceu o MOC no Poliesportivo Tancredo Neves. “Não tenho que pedi-lo de volta; o Pedrão é nosso e quem tem que pedir é o Montes Claros”, brincou o treinador multicampeão em conversa com a VENETA. E completou: “trata-se de um jovem atleta que fez quatro anos de base no Cruzeiro e que emprestamos ao Montes Claros para que continuasse evoluindo”.

GOSTOU

O CARIOCA Pedrão revelou que gostou da cidade e que tem em mãos uma proposta salarial para permanência no Montes Claros, mas somente uma semana após o término da participação do MOC Vôlei na Superliga, o central seguiu viagem de volta à Capital Mineira por solicitação dos cruzeirenses. Desde então, treina junto ao elenco azul, embora não possa disputar a final da Superliga por já ter jogado a competição pelo Montes Claros. (FOTOS: Alex Sezko)

LEIA TAMBÉM
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

1 comentários:

Anônimo disse...

Olá pela entrevista que Marcelo, técnico do Sada, Pedral vai retornar ao Sada para a próxima temporada. Ele admitiu que não abre mão do jogador. Pena