Terremoc vai remarcar jogo contra os Federais

SEQUÊNCIA DE piques de energia forçou a suspensão do jogo aos 37 minutos do primeiro tempo

O Montes Claros Rugby vai ter que enfrentar os Federais/UFSJ/UFLA
O MONTES Claros Rugby terá de voltar a campo para enfrentar os Federais de São João de Rey. O jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Mineiro da 1ª Divisão chegou a ser disputado por 37 minutos na noite do último sábado, mas por causa de piques de energia no sistema de iluminação do campo da Unimontes os clubes e a arbitragem chegaram a um consenso para que o duelo seja remarcado. Os visitantes venciam parcialmente por 10 a 5.

“CHEGAMOS A esperar por três vezes pelo restabelecimento da energia, mas os próprios capitães chegaram a um consenso para que a partida fosse suspensa”, disse à VENETA o árbitro Benjamin Neves. Segundo ele, o próprio regulamento prevê que, em caso de contratempos, “caso o primeiro tempo não tenha sido finalizado, o placar é anulado e a partida deve ser marcada integralmente”. Ainda segundo o árbitro, os clubes acertaram que a nova partida será realizada antes das semifinais e a data deverá ser definida pela Federação Mineira de Rugby.

LAMENTO

PRESIDENTE E jogador do Montes Claros Rugby (Terremoc), Pedro Emanuel, falou logo após o jogo e lamentou o adiamento forçado. “Queda de energia foge ao nosso controle”. Segundo ele, o clube poderia ter marcado a partida para um horário ainda com a luz natural, mas há um consenso entre os clubes para que seja respeito um tempo considerável para o descanso da delegação visitante. “Eles fizeram mais de 10 horas de viagem, por isso a gente marcou o jogo para a noite”.

ELE SUGERIU três alternativas para a nova partida: a inversão de mando e o Terremoc ter que jogar em São João Del Rey; a remarcação em Montes Claros, com os dois times assumindo as novas despesas de transporte os Federais; ou uma partida em Belo Horizonte, que seria um “meio termo” entre as duas cidades. (Fotos: Alex Sezko)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: