Gol no final tira o primeiro ponto do Funorte

TIME ESTREIA com derrota em casa contra o América no Mineiro Júnior Sub-20; técnico reconhece que a tranquilidade ajudou o adversário

Hamilton LIma lamentou a falta de tranquilidade
PERMANECE O tabu e não foi desta vez que o Funorte conseguiu derrotar o América numa partida oficial das categorias de base. Na estreia de ambos pelo Campeonato Mineiro Júnior, sábado à tarde, no Estádio José Maria Melo, o Coelho venceu o Tricolor Universitário por 2 a 1. O gol de honra dos montes-clarenses foi marcado pelo atacante Otávio, aos 16’ da etapa final. Richarlyson abriu o marcador um minuto antes e o colombiano Santiago fez o gol da vitória para os americanos, aos 44’ da etapa final.

O TÉCNICO Hamilton Lima lamentou a perda do ponto logo ao final do jogo, principalmente pelo fato de o time ter criado oportunidades de ampliar. “O resultado de vitória ou derrota faz parte do jogo. O grupo teve uma dedicação compatível com o jogo, mas sentiu o peso da responsabilidade. Posso dizer também que faltou experiência. Vamos tirar exemplos dessa partida para a sequência da competição”, analisou o comandante tricolor.

NA SEGUNDA rodada, o Funorte folgará na tabela da Chave C e volta a jogar daqui a duas semanas, fora de casa, contra o Araxá Esporte. O Ganso estreou contra o Betinense e venceu como mandante por dois a um. O União Sport, de Itabirito, folgou. O treinador do Funorte observou o fato de o América ter um trabalho permanente nas categorias de base. 

PERMANENTE

“JÁ TRABALHEI por lá [América] e conquistei títulos. A base que nos enfrentamos vem jogando junto desde o infantil. Tem entrosamento e experiência numa competição de base, enquanto nós chegamos para a estreia após 45 dias de trabalho, alguns atletas vindos de outros estados e que não conheciam essa força que o América nos imprimiu”, completou Hamilton, que fez valer o regulamento e promoveu as cinco substituições, inclusive com a mudança do esquema tático.

O FUNORTE jogou com Paulo César; Leusivan (Rodrigo), João, Alex e Denilton; Yuri (Lyniker), Túlio (Erick), Ícaro (Léo Gusmão) e Marcos Matheus; Otávio (Jefferson) e Gabriel. João, Denilton e Lyniker foram advertidos com o cartão amarelo.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: