Sergipano volta a ser líder do ranking brasileiro de MMA

ANDRÉ MUNIZ começa o ano como o melhor na categoria dos pesos médios

André "Sergipano" Muniz
MELHOR IMPOSSÍVEL. A caminhada do montes-clarense André “Sergipano” Muniz (TFT Team) rumo ao UFC foi potencializada no início desta semana. Com a vitória no primeiro round de sua luta mais recente contra Rafael Correa pelo “Face to Face 10” (Itaboraí/RJ), ele foi confirmado como o líder do ranking brasileiro da categoria peso médio do MMA, com 24 pontos, dois a mais que o vice-líder Tiago Tosato.

COM BASE nos últimos 13 meses, a classificação considera os resultados conquistados nas competições do País de atletas que ainda não estão com contratos exclusivos nas ligas internacionais. A referência é o site “Sherdog”, o mais respeitado portal da internet na publicação de resultados oficiais de lutadores já profissionalizados.

DE VOLTA

NA VERDADE, Sergipano retoma a dianteira do ranking nacional. Ele foi líder em junho último, mas caiu na classificação geral por causa do cancelamento de duas lutas consecutivas em Ribeirão Preto e Juiz de Fora, no segundo semestre do ano passado. Os adversários simplesmente não apareceram. Sem somar pontos, foi ultrapassado por Tiago Tosato.

“SE DEUS quiser, neste ano acredito que estarei bem próximo ao UFC”, disse o lutador à VENETA. Sergipano ainda não sabe quando será o próximo combate, mas como no MMA é respeitado um intervalo de dois a três meses entre as lutas, o compromisso seguinte deve acontecer entre abril e maio.

Quando apareceu pela primeira vez no ranking, Sergipano era o 10º colocado
SUBIDA

A ASCENSÃO de André impressiona. Ao final de 2013, ele sequer aparecia entre os 15 primeiros colocados de sua categoria. Já em janeiro de 2014, ocupou a 10ª colocação. Na publicação de março/14, Sergipano estava em sétimo no ranking e, em junho, após duas vitórias, chegou ao 1º lugar entre os pesos médios. Aí vieram os contratempos com a desistência dos adversários nas lutas de Ribeirão e JF e como conseqüência, mesmo com duas vitórias nos confrontos seguintes, Sergipano ficou com a segunda colocação nos rankings publicados em setembro e dezembro.


DE SUAS nove lutas como profissional, apenas uma foi decidida pelos árbitros. Nas demais, Sergipano venceu por nocaute (3) ou finalização (5). Em cinco delas, venceu no primeiro round.

SOBRE ALGUM contato recente do pessoal do UFC, segundo Sergipano, o seu treinador avisou que eles [do UFC] já avisaram que está de olho no atleta.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: