Bicho perde e recorre a Didi

COM QUATRO jogos sem vencer, diretoria decide trocar de comando técnico; próximo jogo já será amanhã

Didi e Pedrinho voltam ao Bicho
A SEMANA do Montes Claros Futebol Clube começa com mudanças depois de quatro rodadas sem vitórias na Chave B primeira fase do Campeonato Mineiro do Módulo II. Com a derrota para o Uberlândia no Estádio José Maria Melo, por dois a um, sábado à tarde, a diretoria resolveu mudar o comando para ver se o time reage na competição. Valdir Ferreira, o Didi, reassume a função de técnico em lugar de Allan Kardeck Neto, que deixa o clube após três meses.

ALÉM DE Didi, o clube confirmou a volta de Pedro Henrique Castanha, o Pedrinho, para a preparação física e do atacante Vinícius Nogueira, atacante que fez parte do elenco nas campanhas da Segunda Divisão (2013) e do Módulo II (2014). Wagner Meira, o Waguinho, que estava como preparador, pediu para se desligar do clube. Na semana passada, Eduardo Marinho, que estava como preparador de goleiros, retornou ao Cruzeiro. A Raposa o havia cedido ao MCFC.

ALLAN CHEGOU a trabalhar nessa segunda-feira antes de se desligar do clube na manhã de ontem. Didi foi apresentado ao grupo de atletas no início da tarde. O presidente Ville Mocellin revelou à VENETA que analisou a situação desde o sábado e entendeu a mudança como uma forma de sacudir o grupo para reagir no campeonato depois de três empates e uma derrota – com apenas dois gols marcados.

A ESCOLHA por Didi, segundo o presidente, deve-se ao seu passado recente no clube. “Ele é da cidade e conhece grande parte do grupo. Tinha que buscar uma solução rápida”. Já nesta quarta, o time enfrentará o Clube Atlético Portal, de Uberlândia, amanhã, às 20 horas, no José Maria Melo. O único trabalho de Didi à frente antes da partida será nesta tarde, no campo da Unimontes, já que o Estádio não foi liberado para os trabalhos.

O JOGO

COM MUITA chuva, a derrota aconteceu, mas o Montes Claros dominou ao invés de ser dominado pelo Uberlândia. Finalizou oito vezes mais (principalmente no primeiro tempo com três defesas difíceis do goleiro Cléber Oliveira), teve 12 cobranças de escanteio (o gol saiu numa delas) e maior posse de bola.

MAS FOI desatento na bola aérea do Verdão, que fez os gols numa cobrança de falta de Almir Dias escorada pelo zagueiro Andrezão (aos 16’ do 1º tempo), e na jogada pelo meio de Alê, que levantou a bola para Marcelo Régis marcar de cabeça dentro da área, aos 19’ da etapa final. O técnico Paulinho McLaren havia adiantado que jogaria em MOC com cautela depois de uma sequência de duas viagens no meio da semana (Uberlândia, Três Corações e Montes Claros), com aposta justamente nas bolas aéreas.

OUTRO “PECADO” cometido pelo Montes Claros foi recuar a marcação nos lances que originaram os ataques do adversário. “A gente errou o posicionamento na defesa. O time poderia ter se entregado mais na marcação”, desabafou o lateral Fayllon, que atuou dos dois lados. O volante Renilton fez o gol solitário do Tricolor, aos 39’ do segundo tempo.

O LATERAL, aliás, foi protagonista do lance mais polêmico do jogo, quando entrou na área com a bola dominada e foi derrotado pelo goleiro Cléber, pênalti claro que o árbitro Erick Giovani não marcou. O goleiro se contundiu seriamente no joelho direito e foi substituído logo em seguida. Precisou ser carregado pelos companheiros.

TIMES

MCFC: Gabriel; Júnior (Daniel), Santana, Douglas e Fayllon; Augusto, Renilton, Diogo Brasília e Rômulo (Nando); Rafael Bill (Emerson) e Caio Tavera. UBERLÂNDIA: Cléber Oliveira (Cléber Fernando); Viola, Andrezão e Fernandão; Vandinho, Amaral, Léo Paraíba (Josa), Alê e Almir Dias (Ernando); Marcos Nunes e Marcelo Régis.

Cartões amarelos: Fayllon, Júnior, Rômulo, Viola, Léo Paraíba e Marcelo Régis.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: