Bicho já depende de milagre para não cair

TIME PERDE a terceira no Módulo II e vai precisar de duas vitórias e de resultados alheios para não voltar à Segunda Divisão em 2016

O Montes Claros foi bem aquém do esperado e perdeu de novo em casa
BEM DISTANTE das últimas duas temporadas, quando esteve na “cabeça”, só um milagre salvará o Montes Claros Futebol Clube de ser rebaixado para a 2ª Divisão/2016. No sábado, o Bicho completou a sequência de oito jogos sem vitória; recebeu o Araxá Esporte e foi derrotado em pleno Estádio José Maria Melo, por 1 a 0. Pior ainda foi a combinação de resultados: a Patrocinense venceu o CAP por 1 a 0 e abriu vantagem na 5ª colocação com oito pontos.

E DIFERENTE de outras partidas quando teve “pernas” e um número considerável de finalizações, o time sentiu o desgaste pela série de jogos com intervalos curtos e viagens longas e foi bem abaixo na crítica, inclusive na avaliação dos próprios atletas e da comissão técnica.

ABAIXO DA CRÍTICA

Didi lamenta queda de rendimento
“A EQUIPE esteve abaixo da crítica tanto individual como coletivamente. Em função de nossos erros, o resultado nos coloca numa situação – que já era crítica – numa outra muito pior ainda. Independente dos desgastes, de tudo o que pode ter acontecido, a gente poderia ter rendido mais: erros passes demais e houve ansiedade para as finalizações”, disse Didi.

O TREINADOR lamentou o calendário apertado com jogos sempre a cada três dias. “Mas não posso se eximir dos erros”. Didi, que pegou o time dentro da competição, reconheceu que o condicionamento físico está abaixo do ideal.

Time só se salva com duas vitórias e ainda derrota da Patrocinense
O RESULTADO o manteve como o pior time da chave, mas agora de forma isolada, com apenas cinco pontos. Para “salvar a pele”, o MCFC terá que vencer as duas partidas restantes contra Patrocinense (amanhã, casa) e Tricordiano (sábado, fora), além de torcer para que a equipe de Patrocínio perder em casa para o Araxá.

SÓ COM esta combinação que o Bicho seguirá no Módulo II. Estes resultados o deixariam com oito pontos ao lado da Patrocinense – e duas vitórias cada – e a permanência no Campeonato para 2016 seria decidida pelo saldo de gols. Hoje, o MCFC deve quatro e a SEP deve seis. (Fotos: Alex Sezko)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: