O clima já é de mata-mata

DEPENDENDO APENAS das próprias forças, o Montes Claros Vôlei decide se permanece na Superliga; time mais perdeu do que ganhou em casa

A SUPERLIGA Nacional ainda está na primeira fase, mas o clima para o Montes Claros Vôlei já é tão decisivo como o do mata-mata para o qual pretende ir. Hoje, o time encara o Brasil Kirin/Campinas pela última rodada da fase classificatória, às 21h30, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves,e tem que vencer de qualquer jeito para se confirmar no G-8 e garantir vaga nos play-offs. O adversário está tranqüilo na tabela. Classificado com bastante antecedência, está na terceira posição.

A APREENSÃO é justificada pelo retrospecto de partidas como mandante. Nesta temporada, o MOC vai perdeu do que ganhou como mandante. Foram seis derrotas e apenas quatro vitórias no Ginásio Poliesportivo do Bairro Monte Carmelo.

OS INGRESSOS custam R$ 5,00. Há promoção para estudantes do ensino médio e fundamental que se cadastraram durante a semana junto ao departamento de mídia do clube. Entram de graça e ainda podem levar três acompanhantes. Uma maneira que o MOC Vôlei encontrou para ter um bom público e driblar o horário tardio e pouco comum para uma partida de vôlei como mandante.

CONSCIENTES

O TIME vem de duas derrotas seguidas para Canoas e Minas Tênis. “Estamos conscientes da responsabilidade. É importante lembrar que só dependemos de nosso resultado. Desde o início da Superliga ficamos no G-8 praticamente durante toda a primeira fase e não acredito que será agora que vamos sair dele”, avalia o levantador e capitão Rodriguinho.

SEGUNDO ELE, a preparação durante a semana manteve a intensidade dos treinos e o hábito de acompanhar o estilo de jogo do adversário através de vídeos. “Treinamos bem e temos ciência de que esta é a última chance”, completou o camisa 9 do MOC Vôlei.

A MATEMÁTICA para a classificação é simples – pelo menos na teoria. O Montes Claros (26 pontos) tem que vencer para confirmar a última vaga nos play-offs. Voleisul (25), que recebe o Minas, e UFJF (23), que joga em casa contra o São Bernardo, são os outros concorrentes. Caso o MOC não vença, a única combinação que atenderia o time para se confirmar no G-8 é a derrota dos demais concorrentes.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: