Lanterna que merece respeito

PARA EVITAR novas frustrações, MOC Vôlei descarta facilidade por enfrentar o último colocado São Bernardo; Edinho volta no RS

Marcelinho diz que planeja um jogo por vez e quer garantir vaga antecipada no G-8
LANTERNA GERAL da Superliga Nacional, o São Bernardo é o obstáculo desta quarta-feira para o Montes Claros Vôlei na 8ª rodada do returno, a partir das 19 horas, no Ginásio Adib Moisés Dib, no ABC Paulista. Este será o primeiro dos quatro últimos jogos do time na fase classificatória e pode dar ao time a compensação de ter perdido em casa de virada no último sábado para o Maringá. Outro fato importante: uma vitória dará ao Montes Claros a sétima posição – beneficiado pela derrota do Canoas para o Sada/Cruzeiro, na segunda-feira.

A DIFERENÇA entre os times na tabela é significativa. Em 8º lugar, os norte-mineiros têm 23 pontos contra apenas 5 do adversário de hoje. Mas o favoritismo que parece evidente já foi descartado. Quem explica é o treinador do MOC Vôlei, Marcelinho Ramos.

CRESCIMENTO

“O SÃO Bernardo cresceu na transição do primeiro para o segundo turno, fez algumas contratações e conquistou duas vitórias. A gente trabalha um jogo de cada vez e o próximo passa a ser o mais importante”, resumiu o técnico. Para ele, pensar desta maneira ajuda a quebrar a ansiedade que o grupo vive na briga por uma vaga entre os oito melhores que vão disputar os play-offs ao final da 1ª fase.

“A PROJEÇÃO pode acabar nos frustrando. A gente tem que lidar com contratempos como lesão, cansaço ou outra situação de jogo em que as coisas não acontecem como treinamos. Por isso prefiro concentrar no dia a dia”, finalizou.

O MONTES Claros fará dois jogos seguidos fora de casa. Enfrenta o São Bernardo hoje e o Canoas, na Grande Porto Alegre, no sábado. Só voltará a atuar no Poliesportivo Tancredo Neves depois do Carnaval, dia 21, no clássico contra o Minas Tênis Clube. Ausente em três jogos por causa de um estiramento grau 1, o oposto Edinho viajou com a delegação, mas só estará apto para o jogo no Rio Grande do Sul. (Foto: Ch Jil Vann)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: