Invicto, mas ainda sem vitória

BICHO VOLTA de Araxá com mais um empate e se prepara agora para sequência de dois jogos em casa

MCFC utilizou um esquema com 3 zagueiros diante do Ganso (foto: Jornal de Araxá)
INVICTO, MAS ainda sem vencer. O Montes Claros Futebol Clube acumulou mais um empate – o terceiro seguido – na primeira fase do Campeonato Mineiro do Módulo II. Na noite de quarta-feira, em jogo válido pela 3ª rodada, o Bicho enfrentou o Araxá Esporte e ficou no 0 a 0 no Estádio Fausto Alvim (Araxá). O resultado manteve o time na 5ª colocação, agora com três pontos.

O GANSO chegou a marcar dois gols com Yuri e Dalmo, mas que foram corretamente anulados por falta e impedimento. Seis jogadores do Montes Claros foram advertidos com o amarelo. Os meias Rômulo e Augusto Fortunato entram na próxima rodada pendurados com dois cartões.

AINDA NO meio de semana, os times do Triângulo Mineiro se deram bem. O Clube Atlético Portal venceu a Patrocinense por 3 a 0, mesmo placar da vitória do Uberlândia sobre o Tricordiano, fora de casa. Os dois uberlandenses liberam a chave com seis pontos.

A DELEGAÇÃO tricolor voltou à cidade na manhã dessa quinta depois de sete dias fora de casa para os jogos em Patrocínio e Araxá. Serão menos de dois dias para preparação para uma série de dois compromissos em casa, a começar por este sábado, contra o Uberlândia Esporte, no Estádio José Maria Melo. Os ingressos custam R$ 10,00 (meia R$ 5,00).

DÚVIDAS

COMO OS atletas do grupo chegaram em períodos diferentes na temporada (alguns há quatro dias a estreia), o Montes Claros está sendo definido dentro do campeonato. E por questões físicas e técnicas, o técnico Allan Kardeck Neto não esconde que ainda está buscando o time ideal. Em apenas três jogos, já foram utilizados 18 jogadores.

PROVA DISTO está no fato de o Montes Claros ter utilizado três times titulares diferentes até aqui – até mesmo com improvisações.

EM ARAXÁ, por exemplo, diante das circunstâncias, ele mudou até mesmo o esquema tático: saiu do 4-4-2 e utilizou três zagueiros e dois alas. O time teve Jonas; Santana, Douglas e Renilton; Rafael Bill, Fayllon, Augusto, Diogo Brasília e Caio Tavera (Daniel); Rômulo (Paulinho Belém) e Rafael Filipe (Índio). E mesmo com duas substituições de uma só vez no intervalo, ele manteve a formação no 3-5-2.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: