Confronto que vale posição

O MOTIVADO Montes Claros Vôlei recebe o Ziober/Maringá do ídolo Ricardinho e subirá para o 7º lugar em caso de vitória

Rodriguinho (C) é o quinto mais eficiente entre os levantadores da Superliga
O ZIOBER/MARINGÁ é o desafio da vez para o Montes Claros Vôlei no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves. O jogo acontece neste sábado, a partir das 19 horas, pela 7ª rodada do returno da Superliga Nacional e vale a ascensão na tabela. Uma vitória norte-mineira fará o time saltar da 8ª para a 7ª colocação que é atualmente ocupada pelos próprios paranaenses. Os ingressos custam R$ 5,00.

COM 22 pontos, o MOC Vôlei se deu bem no primeiro confronto direto da semana. Foi a Juiz de Fora e venceu a UFJF por 3 a 0, resultado que afastou um concorrente na briga pelas últimas duas posições da zona de classificação aos play-offs. Já o Maringá vem de uma derrota contra outro mineiro. Na quinta, sofreu 3 a 0 para o Sada/Cruzeiro e parou nos 23 pontos.

DUELO

O DUELO individual que chama atenção será entre os levantadores Ricardinho, ídolo na Seleção Brasileira por vários anos e o segundo mais eficiente da competição, e Rodriguinho, que aparece como o quinto melhor no ranking da posição.

“ESTE É mais um jogo importante por se tratar de um adversário direto, mas a gente precisa estar mais focado; ter atenção para garantir a oitava colocação ou mesmo a sétima porque as chances são reais”, analisou o experiente Ezinho, que teve a carreira marcada como ponteiro e nesta temporada assumiu de vez a função de líbero.

O TÉCNICO Marcelinho Ramos também mostra confiança, principalmente pelo rendimento que o seu time teve em Juiz de Fora. “Depois que a gente entrou pela primeira vez no G-8, o time só ficou de fora da zona de classificação momentaneamente em duas oportunidades”, disse o comandante do Montes Claros, que vê este desempenho como “motivador” para esta “decisão” contra o Maringá.

A LEITURA do treinador vai além e cogita até mesmo a disputa num degrau acima da tabela. “Embora as possibilidades sejam poucas, o cenário atual nos permite brigar até mesmo pelo sexto lugar. O time mostrou melhor desempenho nos últimos dois jogos e o que a gente tem feito é trabalhar para diminuir as oscilações de outros momentos da Superliga”, acrescentou Marcelinho.

NA CLASSIFICAÇÃO atual, o Montes Claros tem chances matemáticas de ultrapassar o Maringá se vencer nesta noite e até mesmo o Vôlei Canoas (25 pontos), mas o clube gaúcho – que hoje recebe o Sesi/SP – está com um jogo a menos válido pela 3ª rodada e justamente contra o lanterna São Bernardo.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: