MOC Vôlei mostra poder de reação, mas perde em BH

Marcelinho foi advertido com dois cartões no clássico mineiro
O TIME teve poder de reação. Com bloqueios e ataques pelo meio o central Pedrão mais uma vez se mostrou importante no grupo. E o oposto Edinho saiu do banco para ser o principal atacante montes-clarense, com 17 pontos. Mesmo com vários aspectos positivos, o Montes Claros Vôlei acabou perdendo mais um clássico contra o Minas Tênis.

O JOGO do último sábado valeu pela 10ª rodada do turno da Superliga Nacional e o time de BH, que abriu dois a zero, venceu por 3 a 2, parciais de 18/25, 13/25, 25/20, 25/21 e 11/15, em 1h59. Nesta temporada, eles se enfrentaram três vezes pelo Mineiro e o Minas venceu todos. O MOC segue na sexta colocação, agora com 13 pontos.

VERMELHO

EM GERAL, os duelos de clubes do mesmo estado são tensos e este não foi diferente. No tie-break, o técnico Marcelinho Ramos, do MOC Vôlei, recebeu o cartão amarelo e depois o vermelho por reclamar da não marcação do árbitro Marcos Salles de um lance de quatro toques do Minas. O cubano Escobar confirmou a condição de maior pontuador da Superliga com 32 anotações no clássico.

SOBRE PEDRÃO, o central começou no banco, mas entrou no time titular já no segundo set e como na vitória sobre o Canoas, na quarta passada, foi importante nas bolas rápidas pelo centro de rede. No sábado, fez 11 dessa forma e outros quatro de bloqueio. Edinho, outro que começou a partida da reserva, assumiu a função de oposto e rendeu mais do que Léo Mello.

O MOC Vôlei fecha a sua campanha no turno nesta quinta-feira, mais uma vez como visitante, contra o Brasil Kirin, em Campinas. O pensamento é de pontuar para que a sexta colocação seja mantida, o que garantirá ao time o mando de campo na primeira rodada da Taça Brasil, dia 22. A competição mata-mata – com apenas um jogo – reunirá os 9 melhores times da primeira metade da Superliga. (Foto: Alex Sezko)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: