Dois times de Montes Claros na Liga Nacional de Handebol 2015

TEMPORADA BEM sucedida motiva a ampliação dos desafios e base revelada na cidade terá projeção; orçamento para 10 meses é de R$ 477 mil

Base local será aproveitada no projeto da Liga Nacional e com remuneração
OS RESULTADOS expressivos das últimas três temporadas em competições oficiais do Estado, tanto nas categorias de base como no quadro adulto, motivou o handebol de Montes Claros a buscar voos mais altos. Nessa sexta-feira, a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer anunciou oficialmente que as equipes adultas masculina e feminina da cidade disputarão a Liga Nacional de Handebol em 2015.

O ORÇAMENTO previsto é de R$ 477 mil para a temporada inteira e pelo menos dois patrocinadores já estão confirmados, segundo o secretário Andrey Souza: as Faculdades Santo Agostinho e o próprio município, por meio do Montes Claros Tênis Clube. Os entendimentos também estão adiantados para que o grupo Mart Minas, que abriu recentemente uma unidade na cidade, também seja parceiro.

ÁPICE

“COM OS títulos conquistados neste ano, não é exagero algum dizer que o handebol de Montes Claros atingiu o ápice técnico. Por isso, nada mais justo do que recompensar o esforço de atletas, técnicos e demais apoiadores e buscar um desafio tão expressivo como a principal competição nacional da modalidade”, disse o secretário.

A BASE do time feminino que foi campeão mineiro e campeão dos Jogos de Minas (JIMI) será incorporada ao projeto, mas como os obstáculos serão maiores por se tratar de uma disputa profissional, as contratações já estão nos planos. “Acreditamos na capacidade técnica de nosso grupo, mas uma Liga Nacional requer maturidade. A nossa projeção é de buscar entre 4 e 6 jogadores mais experientes para cada grupo”, disse Francis Almeida, eleita a melhor técnica de Minas Gerais em 2014 e que comandará o novo time profissional.

A PROJEÇÃO é de fechar o grupo até o dia 15 de janeiro. Alguns jogadores de São Paulo e de estados no Nordeste já foram procurados, mas a proposta salarial ainda não foi formalizada. “Primeiro, a gente precisa fechar o orçamento para assumir estes compromissos”, pontuou Mercês Silva, que será a coordenadora das equipes de Montes Claros.

A LIGA Nacional de Handebol terá início em maio, com 12 clubes masculinos e 12 femininos. Na primeira fase, todos jogam entre si em dois turnos e os quatro melhores disputam as semifinais em cruzamento olímpico (1º x 4º e 2º x 3º - ida e volta). Os jogos deverão acontecer no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, que oferece a melhor estrutura de vestiários e de instalação do piso especial de quadra.

FRANCIS E Mercês explicaram à VENETA que os atletas locais, que até então eram voluntários, serão remunerados. A comissão técnica contará com preparador físico, auxiliar técnico e estatístico. (Foto: Rubem Ribeiro)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: