Bicho busca diretor de futebol

PREFERÊNCIA É por alguém da cidade ou região; elenco ganha reforço de atletas emprestados

Presidente Ville Mocellin busca nome na própria cidade e região
DESDE O início deste mês que o Montes Claros FC retomou os trabalhos com o futebol profissional para a disputa do Campeonato Mineiro do Módulo II, a partir de fevereiro. As chegadas do técnico Allan Kardeck Neto e do auxiliar Marlon Araújo foram as principais novidades até aqui, além da garantia do retorno de jogadores importantes que estavam emprestados em três clubes da Segunda Divisão. São os casos dos laterais Rafael Bill e Fayllon, goleiro Gabriel, meias Diogo Brasília e Rômulo e do atacante Rafael Filipe, que estavam no Funorte, Valério e Novo Esporte/Ipatinga.

POR EMPRÉSTIMO, o volante Léo Baiano está em negociação para se transferir para o Boa Esporte, como a VENETA divulgou com exclusividade na última semana. Ele se apresentará em Varginha no dia cinco de janeiro e disputará o Campeonato Mineiro da 1ª Divisão e o Brasileiro da Série B.

SEM DIRETOR

Lateral direito Fayllon volta ao clube depois de jogar pelo Valério
MAS A diretoria tem ciência de que as necessidades vão mais além e espera anunciar contratações pontuais para colocar o clube com chances de brigar pelo acesso. Só que nos últimos dias o Bicho teve uma baixa que não estava nos planos. O diretor de futebol Jota Dias fez opção por uma proposta de trabalho numa faculdade da cidade e entregou o cargo.

EM UMA semana, o presidente Ville Mocellin fez pelo menos quatro tentativas para encontrar o substituto de Jota. O ex-jogador Dandão foi convidado, assim como o desportista Denarte D’Ávila, mas por motivos pessoais nenhum dos dois pôde assumir o cargo vago no MCFC. Até mesmo um jornalista esportivo da cidade foi cotado para a função.

NESSA SEGUNDA, Mocellin disse à VENETA que formalizará o convite para outros dois nomes, que prefere manter em sigilo, mas pelo menos adiantou o perfil. A preferência, segundo ele, é por pessoas da cidade e região que conheçam de perto a realidade do clube.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: