Ainda não foi desta vez que o Funorte EC subiu

TIME AINDA venceu o Valério, mas combinação para o acesso não aconteceu; grupo já foi dispensado

Funorte venceu o Valério, mas o resultado não foi suficiente para o acesso
O SONHO o acesso foi adiado por mais um ano e em 2015, o Funorte Esporte Clube permanecerá no Campeonato Mineiro da 2ª Divisão. O time até fez sua parte ao vencer o Valério por 1 a 0 em Itabira, mas com os demais resultados da última rodada do Hexagonal Final nesse domingo, o Tricolor terminou a competição deste ano na terceira posição com 16 pontos, com um a menos que o vice-campeão Nacional/Muriaé e dois atrás do Clube Atlético Portal, que ficaram com as duas vagas de acesso para o Módulo II do ano que vem.

O CAP do técnico Luiz Eduardo Lima (ex-FEC) venceu o Betinense por dois a zero em Sete Lagoas, enquanto o Nacional foi derrotado pelo já eliminado Uberaba também por 2 a 1. O time de Uberlândia terminou como campeão com 18 pontos e o Nacional fez 17. O Funorte veio logo atrás com 16. O Uberaba fechou a competição com 14 e o Valério fez apenas 10. O Betriense foi o lanterna geral com seis pontos.

NAS DUAS fases, o Funorte fez 18 jogos e venceu oito vezes, empatou outrtas cinco e perdeu apenas três. O Formigão terminou a competição com a defesa menos vazada, com apenas oito gols sofridos.

DISPENSAS

O DIA seguinte ao jogo foi de lamentos por parte do Tricolor, principalmente pela campanha que o time fez em casa. Nos cinco jogos da fase final, venceu apenas um e empatou os demais. Os pontos perdidos no Estádio José Maria Melo fizeram falta na matemática final. “A gente entende que faltou muito pouco, mas o futebol é assim”, disse à VENETA o diretor de futebol Odair Borges.

COM VÍNCULO prolongado apenas com os atletas mais novos como o lateral Juninho, os meias Felipe e Pontal e o atacante Ramirez, praticamente todo o elenco do FEC já foi dispensado na tarde de ontem embora o clube mantenha esperança numa desistência entre um dos clubes que disputarão o Módulo II de 2015. 

“O MINAS Boca ainda não tem receita para o Módulo II. Se a diretoria resolver abrir mão da vaga, a diretoria da FMF já nos adiantou que o critério para ocupar a vaga será técnico e aí o Funorte entra como terceiro colocado da Segunda Divisão. Mas isso é uma hipótese bem remota e temos que ser realistas”, completou Odair.

O DIRETOR afirmou, ainda, que não procede a provável desistência do outro Nacional no Módulo II. O clube acerta sua transferência para Manhuaçu ou para outra cidade. Identificado pelas iniciais NEC (Esporte Clube), o clube já foi de Nova Serrana, Patos de Minas e por último de Muriaé. Não confundir com o clube que acaba de subir: Nacional Atlético Clube – ou NAC. (Foto: Sérgio Santiago)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: