Empate precioso no final

FUNORTE NÃO traduz no placar a maior posse de bola e conquista apenas um ponto em mais um jogo em casa

Marcação do CAP comprometeu o rendimento do FEC na 1ª etapa (fotos: Alex Sezko)
O FUNORTE se manteve invicto como mandante no Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, mas completou a quarta rodada sem vitórias. No sábado, o time recebeu o CAP Uberlândia no Estádio José Maria Melo e apenas empatou em 1 a 1, em jogo da abertura do returno do Hexagonal Final. Leandro Mineiro fez para os visitantes aos 34’ do 1º tempo e Tiago Pitbull saiu do banco de reservas para igualar o placar aos 43’ da etapa final.

O TIME chegou aos nove pontos e segue na terceira colocação (9 pontos). Uberaba e Valério também empataram em 1 a 1. Nas duas rodadas seguintes, o Funorte jogará como visitante: sábado, em Muriaé, contra o Naça, e na quarta-feira da semana que vem, no Triângulo Mineiro, contra o Uberaba.

DIFÍCIL

Arbitragem: reclamação dos dois lados
O FORMIGÃO teve maior posse de bola praticamente o jogo inteiro. Foram 14 escanteios a favor e 10 finalizações, contra apenas duas do adversário ao longo dos 90 minutos. Mas errou muitos passes na primeira etapa. Sentiu a diferença do gramado, que ficou pesado por causa da chuva na véspera. Foi justamente numa falha na armação de jogada que veio o gol do adversário.

O VOLANTE Diego Paulista interceptou um passe na zaga, tabelou com um companheiro e lançou Leandro Mineiro, que avançou sozinho desde o meio de campo e finalizou na saída do goleiro Alexandre Villa. Nem mesmo nos escanteios, ponto forte do FEC na primeira fase, veio algum lance de perigo.

NA ETAPA final, o CAP se fechou ainda mais e catimbou. Cavou faltas, o goleiro Giulliano fez cera na reposição da bola e as substituições foram lentas. E o Funorte foi mais objetivo e apostou na velocidade da linha de frente, principalmente com Peri. Sacou um volante (China) e pôs um atacante (Flávio Torres). Nas jogadas aéreas, o zagueiro Rodrigo Sena teve duas chances de marcar: cabeceou por cima e chutou rente à trave.

A TERCEIRA substituição foi determinante para o placar final. Com estilos parecidos por causa da velocidade, Tiago Pitbull entrou no lugar de Peri e de estalo, em dois lances seguidos, deu passes redondos para Rômulo e Flávio Torres finalizarem, mas acima do goleiro do CAP. Numa delas, ele estava caído.

Pitbull comemora gol (Foto: Tico Cordeiro)
MAS A pressão era forte e aos 43’, Anderson Toto foi lançado por Cezinha na direita, entrou na área e chutou cruzado. O goleiro Giulliano espalmou para dentro da área e Pitbull pegou o rebote de dentro da área para empatar.

“FOI UM empate sofrido, não só pelo placar adverso que a gente encontrou, mas também por causa do campo pesado com a chuva. Não conseguimos vencer, mas empatamos. Este ponto é valioso. Vamos buscar estes pontos fora de casa”, resumiu o atacante Tiago Pitbull, que foi o herói da tarde.

FUNORTE - Alexandre Villa; Geison, Ícaro Baiano, Rodrigo Sena e Peu; Toto, Felipe China (Flávio Torres), Rômulo e Rafinha (Cezinha); Peri (Tiago Pitbull) e Léo Andrade. DT - Everaldo CardosoCAP - Giulliano; Diego Carlos, Jalnir, Gilson Bahia e Marcel; Dinei, Diego Paulista (Rilber), Fernando e Leandro Mineiro; Rogério (Danilo Santos) e Thiago Azulão (Tayrone). DT - Luiz Eduardo Lima.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: