Semifinal com sets equilibrados, mas ainda não deu para vencer o Cruzeiro

OS PLACARES foram apertados nos três sets; no dia seguinte, o time azul venceu o Minas e garantiu o pentacampeonato mineiro de Vôlei

Bloqueio de Cristian contra o Cruzeiro; sets equilibrados, mas rival leva a melhor de novo

O MONTES Claros Vôlei mostrou força, ficou à frente em três tempos técnicos, mais ainda não foi dessa vez. No jogo único pela semifinal do Campeonato Mineiro, sexta à noite, no Ginásio do Riacho, em Contagem, o Sada Cruzeiro Vôlei venceu por 3 sets a 0. As parciais foram: 25/22, 25/23 e 25/22 e o time do Norte de Minas terminou a competição com apenas a quarta colocação geral.

NO TERCEIRO set, o time montes-clarense chegou a abrir uma vantagem de quatro pontos em duas oportunidades (8x4 e 16x12), mas permitiu a reação do Cruzeiro, time de melhor campanha na primeira fase e que jogava com o apoio da torcida. O MOC Vôlei teve Rodriguinho, Edinho, Ceará, Cristian “Polaco”, Tiago Salsa, Pedrão e o líbero Gianzinho. Entraram: o oposto Léo Mello, o central Acácio e levantador Índio.

NA 1ª fase, Montes Claros e Sada/Cruzeiro se enfrentaram duas vezes e os norte-mineiros perderam as duas: 3 a 1, de virada, na abertura da competição em Contagem, e 3 a 0, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, pela quinta rodada, justamente no jogo de estreia do novo técnico Marcelinho Ramos, substituto de Carlos Schwanke. Os times se reencontrarão no dia 1º de novembro, de novo em Contagem, pela segunda rodada da Superliga Nacional de Vôlei 2014/2015. A estreia será três dias antes, no Ginásio Poliesportivo de Montes Claros, contra o Sesi/SP.

LOGÍSTICA

A FEDERAÇÃO Mineira de Vôlei havia antecipado em um dia as datas das semifinais e da final do Campeonato Mineiro de Vôlei Masculino. Anteriormente marcado para o final de semana, os confrontos das semifinais aconteceram na sexta-feira e a grande decisão foi realizada na tarde de sábado. A mudança prejudicou a logística do MOC Vôlei. A delegação havia programado a viagem para as 21 horas de quinta, acreditando que teria um dia inteiro para a recuperação e para treinamentos. Como não houve meios de antecipar o deslocamento, o horário foi mantido. O grupo chegou à Capital Mineira às duas da madrugada.

ALÉM DE Sada/Cruzeiro 3x0 Montes Claros Vôlei, as semifinais também tiveram a vitória do Minas Tênis Clube sobre a UFJF por 3 a 1, de virada.

NA DECISÃO, o Cruzeiro derrotou o Minas por 3 a 0 e garantiu seu quinto título seguido do Campeonato Mineiro.

CAMPANHA

Na primeira fase, o MOC Vôlei venceu apenas a UFJF, em casa, por 3 a 2
O DESEMPENHO montes-clarense no Campeonato Mineiro começou com a derrota para o Sada, em Contagem (1x3). Na segunda rodada, recebeu o Minas e foi derrotado (0x3). Na terceira rodada, veio a única vitória sobre a UFJF, em casa (3x2). Em Juiz de Fora, acabou derrotado pela equipe de lá (1x3). Contra o Minas, em BH, o MOC Vôlei perdeu de novo (1x3), resultado que culminou com a demissão do primeiro treinador, Carlos Schwanke. E no encerramento da 1ª fase, contra o Sada, derrota em casa (1x3). E na semifinal, novo encontro com o Sada e derrota por 3 a 0. Foram sete jogos, com uma vitória e seis derrotas, com sete sets a favor e 20 perdidos.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: