Everaldo destaca aplicação tática na vitória sobre o Valério

DE NOVO, time teve problemas com contusão e foi obrigado a efetuar duas substituições

Everaldo teve mais dois problemas de contusão dentro do jogo
DEPOIS DA vitória sobre o Valério Doce, por dois a um, na abertura do Hexagonal Final do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, o técnico Everaldo Soares foi direto na avaliação do rendimento de sua equipe.

“MEU TIME teve aplicação. Fizemos duas linhas de quatro no meio e no ataque e foram cumpridas à risca. Ainda com um atleta a menos [Peri foi expulso na metade da etapa final] tivemos uma chance de ampliar, mas o mais importante é vencer de novo e arrancar contra um adversário tão complicado como foi o Valério”, analisou o técnico Everaldo Soares.

À VENETA, ele revelou ainda que, pelo segundo jogo seguido, foi obrigado a mexer no time por força de contusão. Geison já havia sido vetado e o jovem Juninho teve que assumir a lateral direita, mas acabou sentindo um problema muscular e teve que ser substituído no intervalo. Da mesma forma aconteceu com Rômulo, autor do primeiro gol, que saiu para a entrada de Flávio Torres depois de sentir uma fisgada na coxa esquerda.

PROJEÇÃO 16 PONTOS

TÉCNICO DO Valério, Paulo César Alencar lamentou o tropeço, principalmente depois da chance desperdiçada pelo Valério já nos acréscimos, quando Lineker chutou rasteiro e Villa defendeu no canto, com a ponta dos dedos. “Esperava por uma queda de rendimento do Funorte na etapa final, o que não aconteceu, mas essa foi apenas a primeira rodada e continuamos na briga pelo acesso. Acredito que a história vai se repetir agora em 2014 e o time que chegar aos 16 pontos vai subir de divisão”. (Foto: Cid Bruno)

Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: