MOC Vôlei sai na frente e mostra virtudes, mas perde estreia no Mineiro

TIME FEZ jogo equilibrado contra o tricampeão Cruzeiro; chance de reabilitação será sábado, em casa, contra o Minas

Ponteiro Túlio em lance de ataque contra o Sada/Cruzeiro, no segundo set
O COMEÇO foi bem, com a vitória no primeiro set, mas prevaleceu a força de conjunto do adversário, que tem a mesma base há pelos menos três anos e o Montes Claros Vôlei acabou derrotado pelo Sada/Cruzeiro em sua estreia no Campeonato Mineiro Adulto. As parciais foram de 25/22, 21/25, 20/25 e 26/28 em praticamente duas horas de partida, no Ginásio do Riacho, em Contagem, na Grande BH, que recebeu mil torcedores.

A CHANCE de reabilitação será em exatos sete dias: contra o Camponesa/Minas Tênis, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, sábado. A direção ainda não se pronunciou sobre a logística para a venda de ingressos, mas já adiantou pelas redes sociais que espera um grande público no reencontro do time com a torcida.

RITMO

Uniforme faz referência ao time da temporada 2010, vice-campeão
brasileiro; Ezinho, de amarelo ao lado de Léo Mello, agora é líbero
A FALTA de ritmo de jogo pesou dos dois lados, já que nem o Sada e nem o MOC realizaram amistosos na pré-temporada. Por isso, os erros como saques e jogadas de fundo de quadra, por exemplo _ até de rodízio de posição –, foram considerados comuns pelos técnicos e atletas. Por outro lado, os norte-mineiros mostraram qualidade em dois fundamentos: defesa e passes próximos à rede. PV, do time cruzeirense, foi o maior pontuador em quadra, com 18 acertos.

O TÉCNICO montes-clarense Carlos Schwanke utilizou dez jogadores e viu resumiu o jogo como “um início promissor. Esperamos fazer uma boa temporada, mas ainda precisamos melhorar em várias coisas, corrigir alguns defeitos”, disse, por meio da assessoria de imprensa do clube.

A APOSTA no time inicial foi por uma base mais experiente, o que marcou as voltas de Rodriguinho, Salsa e Ezinho, agora líbero, a uma equipe da cidade.

ACÁCIO, QUE assim como eles fez parte do primeiro time que Montes Claros teve, entre 2009/2010, entrou a partir do terceiro set. O treinador utilizou também os atletas Léo Mello, Ygor Ceará e Lucas Gil, Túlio, Edinho e Gian. (Fotos: Federação Mineira de Vôlei - FMV)
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: