Estreia no Mineiro abre oficialmente temporada do Montes Claros Vôlei

INCORPORADO E experiente, time do técnico Schwanke enfrenta o Cruzeiro inspirado no espírito da temporada 2009/2010

Remodelado e com nomes experientes, time atual tem média de idade de 29 anos
RENOVADO E, ao mesmo tempo incorporado e mais experiente, o Montes Claros Vôlei começa a temporada de forma oficial nesta quinta-feira, às 20 horas, no Ginásio do Riacho (Contagem), no jogo de abertura do Campeonato Mineiro/2014 contra o tricampeão Sada/Cruzeiro. Com um ônibus fretado, que segue viagem ao meio-dia, a torcida norte-mineira estará presente na estreia.

DIFERENTE DO ano passado, quando a cidade amargou a pior campanha da Superliga (12ª), além de uma série de atropelos de caixa, o projeto atual vem com uma base sólida em termos de recursos humanos e financeiros, além do bom relacionamento na CBV, FMV e na recém criada Associação Nacional dos Clubes de Vôlei (o gestor Andrey Souza é presidente do conselho fiscal da entidade).

OS TEMPOS são mesmo diferentes. O time do Monte Cristo que veio às pressas de Goiás, cheio de imbróglios, não existe mais. Os vínculos com a última temporada são mínimos: apenas quatro atletas foram mantidos.

O DINHEIRO pode não estar sobrando, mas também parece não faltar, como ficou marcada a campanha anterior. O suporte vem da Funorte, com apoio dos Supermercados BH e o apoio logístico de empresas locais, como a Sollaris (transporte), Unic (academia), Jornal O Tempo (BH) e Santa Casa (Plano de Saúde), dentre outros.

ÍDOLOS

Ezinho e Acácio, vice-campeões em 2010, voltam à cidade

E QUATRO anos depois da épica conquista do vice-campeonato brasileiro que a cidade teve com o primeiro time que formou (Bonsucesso/Funadem), estão de volta ao Norte de Minas os ídolos Salsa e Acácio (centrais), Rodriguinho (levantador) e Ezinho (ex-ponteiro, agora líbero). Naquela mesma temporada, eles também foram campeões do Desafio Globominas e do Campeonato Mineiro desbancando o Minas e o próprio Cruzeiro.


À EXPERIÊNCIA do quarteto somam-se os jovens Lucas Gil (central), Túlio (ponteiro) e Gian (líbero), que fizeram parte do time da temporada anterior. O veterano oposto Edinho foi outro que também esteve na última equipe da cidade.

ENTRE AS caras novas estão o levantador Índio, o oposto Léo Mello e os ponteiros Ygor Ceará e o argentino Cristian Poglajen, Michel e Vini. O central Pedrão será emprestado pelo Sada/Cruzeiro, assim como outro jogador vindo do time juvenil (Sub-20), mas somente após a disputa do Mineiro e de um torneio nos Estados Unidos. O levantador Cristóvão, que também fez parte do time de 2009/2010, está treinando junto ao grupo, mas ainda sem firmar vínculo. Já Gabriel, de 22 anos, que é da cidade, também treina com o grupo.

RITMO DE JOGO


Fisioterapeuta Jomar Almeida
e o levantador Rodriguinho
SEM AMISTOSOS por causa do calendário apertado, a preparação coordenada pelo técnico Carlos Schwanke (40 anos), entre os mais jovens do País, ficou restrita aos treinos físicos, táticos e coletivos. A falta de ritmo de jogo pode ser um desafio a mais para esta noite.

NA COMISSÃO técnica estão dois nomes que fizeram parte do time vice-campeão brasileiro: o estatístico e agora auxiliar Rodrigo Fuentealba e o fisioterapeuta Jomar Almeida. O departamento médico é chefiado por Michel Lopes e na preparação física dois montes-clarenses: Pedrinho Castanha e Rodrigo Gonçalves.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: