Vaga confirmada na Superliga e com direito a novo parceiro

EMPRESÁRIO DO grupo Sada e vice-presidente da ACV está perto de oficializar acordo; haverá empréstimo de jovens atletas e ídolos podem voltar

MARTELO BATIDO e Montes Claros terá time na disputa da próxima Superliga Nacional de Vôlei – temporada 2014/2015. Após um período de incertezas quanto à definição de receita, a confirmação foi feita em cima do prazo limite determinado pela CBV, na última sexta-feira, dia 6 de junho. O trabalho agora passa a ser a definição da comissão técnica e do grupo de atletas, principalmente.


DE ACORDO com o secretário adjunto municipal de esportes e lazer, Andrey Souza, que é o presidente do Conselho Fiscal da Associação dos Clubes de Vôlei (ACV), um dos pontos-chave para a ansiedade virar fato foi a formalização de um apoio vindo da Capital: o empresário Vittorio Mediolli, presidente do Sada/Cruzeiro e dono do Jornal O Tempo, será um dos apoiadores. 

A MARCA do jornal, inclusive, será estampada na camisa do Montes Claros Vôlei. Medioli, que é um dos vice-presidentes da ACV, ajudará a equipe norte-mineira por meio da lei de incentivo ao esporte. O MOC também terá suas categorias de base. Uma solenidade marcará a assinatura oficial da parceria entre os clubes.

AINDA EM maio, a CBV havia anunciado que os 12 clubes que disputaram a Superliga 13/14 estariam mantidos para a edição seguinte. A novidade fica por conta da entrada do time de São José dos Campos, campeão da Superliga B (Divisão de Acesso).

DETALHES

HÁ MAIS três informações. A primeira delas é o trabalho em andamento do time para contratar dois atletas que fizeram parte do time da cidade que foi vice-campeão da Superliga Nacional 2009/2010. Ídolo máximo naquela equipe ao lado de Lorena, o levantador Rodriguinho seria um dos nomes. O central Salsa, que tem negócios e residência fixa na cidade, seria o outro atleta vice-campeão pelo MOC.

UM SEGUNDO ponto: a vinda de William do Prado, que foi o supervisor daquela equipe e um dos principais responsáveis pela execução do projeto. Ele chega à cidade já nesta terça-feira com um plano de trabalho em mãos, inclusive nomes de possíveis reforços. Há estrangeiros na lista.

E A terceira informação é a cessão, por empréstimo, de pelo menos dois jogadores do time do Sada/Funec, de Contagem, que utilizou a base juvenil do Cruzeiro na disputa da última edição da Superliga B (fez a melhor campanha).

ANDERSON RODRIGUES, ex-oposto da Seleção Brasileira e de vários times como o Minas e o Florianópolis, atual técnico do time juvenil feminino de Minas, aparece como a primeira opção para o comando técnico do Montes Claros. As bases salariais foram acertadas há pouco mais de uma semana. Alguns nomes de atletas têm sua indicação.

O ORÇAMENTO para a próxima temporada seria de R$ 2,5 milhões (ao longo de 10 meses). Parte desse valor deve ser interpretada como logística e permuta de serviços: academia, hospedagem, transporte, alimentação, materiais esportivos e plano de saúde, dentre outros pontos.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: