Didi até cogitou entregar cargo

DIREÇÃO ASSUME culpa pelas limitações e elenco defende permanência do treinador

Didi descartou saída e segue no comando
DO LADO técnico, o time do Montes Claros FC não vence desde a última rodada da 1ª fase do Mineiro do Módulo II. Já são seis jogos sem vitória. Mesmo com elenco reduzido, a queda de rendimento coincide com a sequência de suspensões e contusões, simultaneamente.

AO FINAL da partida, o técnico Didi Ferreira pensou em entregar o cargo, mas foi convencido a permanecer pela própria diretoria. “Ele é o menos culpado”, resumiu o meia Diogo Brasília logo ao final do jogo. O presidente Ville Mocellin foi mais além e disse que assume toda a culpa que campanha ruim na reta final ao “entrar na disputa com o orçamento tão limitado e um grupo reduzido”.

NESTA SEGUNDA, Didi  esteve reunido com o grupo de atletas antes dos treinos, que reforçaram o pedido ao treinador para que siga com o clube até o final desta fase.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: