MCFC x Mamoré 17 anos depois

BICHO REENCONTRA o Sapo em Patos de Minas e já convive com problemas de desgaste pela sequência de cinco jogos em 14 dias

NESTE DOMINGO, às 16 horas, em Patos de Minas, o Montes Claros fará seu 5º jogo em apenas 14 dias desde a estreia no Campeonato Mineiro do Módulo II. Enfrenta o Mamoré, no Estádio Bernardo Queiroz, pela última rodada do turno da 1ª fase – Chave B. A última vez em que os clubes se enfrentaram foi pela 1ª Divisão Estadual em 1997, com uma vitória para cada lado: o MCFC fez 2 a 0 em MOC e o Mamoré venceu por 2 a 1 no antigo estádio Valdomiro Pereira, em Patos.

NA ATUAL classificação, o Bicho tem nove pontos contra quatro do Sapo. Ontem, as partidas Uberlândia 1x1 Nacional e Araxá 0x0 Patrocinense abriram a rodada da Chave B.

O INEVITÁVEL desgaste pela sequência de jogos às quartas e domingos já reflete no grupo do MCFC. Depois da derrota no meio de semana para o Uberlândia, quatro jogadores passaram a ser dúvidas por causa de pequenas contusões e dores musculares.

DIFERENTE DOS companheiros que fizeram trabalhos físicos e com bola, os zagueiros Santana e Ralph, o meia Caixote e o armador Rômulo foram poupados. Os três primeiros precisaram de sessões de fisioterapia para acelerar o processo de recuperação, enquanto Rômulo apenas repousou. Todos são titulares e a situação preocupa ao técnico Didi Ferreira.

Muito dura

“A SEQUÊNCIA tem sido muito dura: jogos e viagens. Sem contar os adversários dentro de campo, enquanto as cidades dos outros clubes da chave são próximas entre si, o Montes Claros precisa se deslocar, no mínimo, 800 quilômetros para cada partida fora de casa – ida e volta”, observou o comandante tricolor.

O FISIOTERAPEUTA do clube, Jomar Almeida, reconhece o problema de estresse muscular de parte do grupo e adianta que isso é natural. “O importante é prevenir para evitar as lesões”, disse. Os atletas em questão passaram por sessões de massagem, aplicação alternadas de calor e gelo e trabalho em plataforma vibratória para controle da irrigação sanguínea.

DIANTE DOS fatos, Didi não tem como adiantar o time que começa neste domingo. Quer primeiro conversar com um por um para depois definir os onze que entram em campo mais tarde. No entanto, Santana, Ralph, Rômulo e Caixote seguiram viagem com a delegação no início da tarde de ontem.
Compartilhar no Google Plus

Christiano Jilvan

Jornalista com quase 20 anos de profissão. Foi repórter e subeditor do Jornal de Notícias por mais de uma década, além de freelancer para os jornais O Globo, Folha de S. Paulo, Estadão, Estado de Minas e O Tempo. Colaborador para as TVs Geraes, Canal 20 e InterTV e Rádios Terra AM e Transamérica FM.

0 comentários: